Pisa Trekking Aventura Levada a Sério

(11) 5052-4085 • (19) 3253-0274

Receba nossos Informativos

Reserve Agora

Voltar

Escalada do Monte Elbrus com Manoel Morgado

Cód.Roteiro:109

Convidar Amigo Imprimir

EXPERIÊNCIAS:

  • Trekking

    Trekking

  • |
  • Grandes Expedições

    Grandes Expedições

  • |
13 DIAS E 12 NOITES

Nível de dificuldade:

- Radical -
Valor a partir de:

€ 3.150,00

Terrestre

Gostou do Roteiro?
Solicite a sua Pré-reserva!

Solicitar

Uma linda cadeia de montanhas de 1100 km situada entre o Mar Cáspio e o Mar Negro, os Cáucasos, está se tornando popular entre montanhistas do mundo inteiro. Isso se deve à sua beleza natural e sua característica mais marcante: Uma cadeia de montanhas pouco explorada e conhecida. Durante a época do regime soviético e da Guerra Fria, os picos e vales da região eram praticamente proibidos para escaladores estrangeiros. Mesmo assim, muitas montanhas magníficas, glaciares deslumbrantes e vales de beleza ímpar foram sendo explorados pelos escaladores locais e assim há rotas marcadas e registradas em livros e guias publicados na região. Da cidade de Mineralnie Vody (Água Mineral, em russo), partimos pelo vale do rio Baskan até um vilarejo aos pés dos Cáucasos, chamado Terskol (1320m). De lá já podemos avistar o gigante de dois cumes, rei dos Cáucasos, o Monte Elbrus. Seus dois cumes, Leste (5622 m) e Oeste (5642 m) reinam incólumes ao topo de suas escarpas nevadas. O Monte Elbrus, maciço gigante de rocha e gelo é um vulcão extinto, e por isso suas escarpas são de inclinação suave, não apresentando dificuldades técnicas para sua ascensão. Porém, sua subida requer um bom preparo físico devido às distâncias percorridas, tanto para a aproximação aos refúgios (Barrels Huts – 3900 m) e Priut 11 (4100 m), as famosas Pastukhov Rocks (4600 m), e a garganta entre-cumes (5013 m), quanto para o tão sonhado cume Oeste. Nesta viagem caminharemos por algumas gargantas do vale do rio Baskan, exploraremos alguns cumes e pequenos glaciares, e teremos a grande chance de pisarmos no ponto mais alto do continente europeu.

Pontos de Interesse

- Desafio de conquistar a montanha mais alta da Europa.

- Guia Brasileiro Manoel Morgado

- Pernoite na montanha nos novos huts, muito mais aconchegantes e confortáveis.

- Um grande desafio sem necessidade de conhecimentos técnicos de escalada.

 

 

Sobre a Trilha

O grau de dificuldade de uma trilha é bastante subjetivo. O que é uma trilha fácil para um é impossível para outro dependendo da forma física, experiência, idade e mais do que tudo motivação.
Os dias de aclimatação não serão difíceis, mas os dias na montanha serão longos(entre 400m e 1000m de desnível). Não é necessária experiência prévia no uso de crampons e piolet e um pequeno treinamento será dado na montanha.
Como resumo, podemos dizer que uma pessoa saudável, em bom estado de preparo físico poderá fazer esta montanha sem maiores problemas. Caminhadas, bicicleta e aparelhos como step nas academias são treinos efetivos para o que vamos enfrentar. Mas, mais do que tudo, desfrutar o que esta montanha nos oferece será o melhor incentivo para completar cada dia com um sorriso nos lábios.

Dia a Dia

25/06 - 1º Dia - CHEGADA EM ST. PETERSBURG

Chegada em St. Petersburg e check-in no hotel (a partir das 15:00hs). (traslado aeroporto / hotel não incluso)
 
Penoite em Hotel
 
Sem alimentação


26/06 - 2º Dia - CITY TOUR ST. PETERSBURG

Após o café da manhã, faremos um city-tour pela cidade visitando os pontos de interesse, dando uma visão geral da cidade. Após o almoço, seguiremos para uma loja de equipamentos de montanha para comprar o que for necessário.
 
Pernoite em hotel
 
Café da Manhã


27/06 - 3º Dia - ST. PETERSBURG / MINERALNIE VODY / TERSKOL

Traslado ao aeroporto e voo a Mineralnie Vody. Do aeroporto de Mineralnie Vody iremos em uma minivan a Terskol a 2150 metros de altitude, uma viagem de três horas, chegando a base do Elbrus, no coração dos Cáucasos. Hospedaremos-nos em um confortável hotel 3*.
 
Penoite em Hotel
 
Café da Manhã


28/06 - 4º Dia - TERSKOL / TREKKING DE ACLIMATAÇÃO

Hoje faremos uma caminhada de aclimatação por um dos lindos e desertos vales próximos a Terskol. A caminhada será por florestas de pinheiros tendo ao fundo as lindas montanhas nevadas dos Cáucasos. Ganharemos um pouco de altitude como parte de nosso processo de aclimatação. No final da tarde, revisaremos o equipamento de cada um para no dia seguinte alugarmos e comprarmos o que for necessário.
 
Pernoite em Hotel
 
Café da Manhã


29/06 - 5° Dia - ACLIMATAÇÃO / MONTE CHEGET (3600 M)

Hoje, como parte do nosso programa de aclimatação, subiremos o Monte Cheget com 3600 metros de altitude. Tomaremos um ski-lift que nos levará até um café a 3050 metros. De lá, partiremos para o trekking até o cume do Monte Cheget de onde teremos vistas belíssimas do Monte Elbrus. No final da tarde, compraremos e alugaremos nosso equipamento em uma excelente loja de montanha em Terskol. 
 
Penoite em Hotel
 
Café da Manhã


30/06 - 6° DIA - ACLIMATAÇÃO / TREINAMENTO / GLACIAR PRYUTT / BARREL HUT

Partiremos pela manhã, de minivan, para a estação de ski-lift do monte Elbrus. A subida é feita em três estágios até o Barrel Huts (3700 metros), nosso refúgio durante toda a estada no Elbrus. Os Barrels Huts são um conjunto de ao redor de 15 containeres de metal com dois beliches grandes com colchonetes um ao lado do outro. Os barrels têm capacidade para oito pessoas. Eles dispõem de calefação elétrica, o que proporciona um grande conforto mesmo considerando que estaremos dormindo todos esses dias no glaciar do Elbrus. A cozinha e o banheiro são separados dos quartos. Após almoço e breve descanso, faremos uma subida pelo glaciar até Pryutt 11, refúgio de montanha situado a 4100 metros. Na volta, jantar na cozinha dos Barrel Huts. A partir de hoje todas nossas refeições serão preparadas por nossa cozinheira.
 
Refúgio Barrel Huts
 
Café da manhã, Almoço e Jantar


01/07 - 7° DIA - BARREL HUT (3.900 M) / PASTUKOV ROCKS (4.650 metros)

Após café da manhã, outro trekking, desta vez até Pastukov Rocks (4650 metros), para aclimatação. Este é o ponto máximo em que chega o Snowcat (carro de neve), que será utilizado no dia de ascensão ao cume. A subida não é muito íngreme, mas longa e levaremos ao redor de seis horas para subir e descer. Retorno aos Barrel Huts para o merecido jantar e descanso.
 
Refúgio Barrels Hut
 
Pensão Completa


02/07 - 8° Dia - DIA DE DESCANSO

Dia de descanso. No final da tarde prepararemos nossas mochilas para a subida ao cume. Recomenda-se dormir cedo, pois a partida ao cume será no início da madrugada do dia seguinte.
 
Refúgio Barrels Hut
 
Café da manhã, Almoço e Jantar


03/07 - 9° DIA - PASTUKOV ROCKS (4800mts)

Café da manhã às 02:00 da madrugada para que possamos sair de snowcat às 03:00 em direção às Pastukov Rocks (4800mts). De lá, com o auxílio dos guias nos pontos necessários, faremos a caminhada até o cume, passando por um vale entre os dois cumes do Elbrus. O tempo médio de subida é ao redor de oito horas e de descida de volta aos barrels de quatro a cinco horas. Recomenda-se fazer paradas freqüentes para hidratação durante a subida. Se o tempo estiver bom, a vista do amanhecer será um prêmio à parte. E, depois do esforço dos últimos dias, seremos recompensados com a deliciosa sensação de estar no topo da montanha mais alta da Europa a 5642 metros. A vista de toda a cordilheira dos Cáucasos com seus inúmeros cumes nevados se descortina frente a nós. Uma vez no cume, após as fotos tradicionais, inicia-se a descida pelo mesmo caminho. Há a opção de utilizar-se o snowcat para a descida após as Pastukov Rocks novamente (opcional).
 
Refúgio Barrels Hut
 
Café da manhã, Almoço e Jantar


04/07 - 10° DIA - KISLOVODSK OU ATAQUE AO CUME / DIA CORINGA

Pela manhã, tomaremos os ski lifts de volta a Terskol e de lá viajaremos por três horas a Kislovodsk, uma linda e charmosa cidade do outro lado do Elbrus. A estação de trem em Kislovodsk já é uma atração à parte, como também é a ruazinha cheia de lojinhas que nos levará ao parque da cidade. O parque, cheio de alamedas arborizadas, rios e pontes bucólicas, altapresenta coretos, estátuas e cafés, e ainda teremos a chance de ver alguns grupos de jovens e velhos locais jogando xadrez à sombra de alguma árvore.
Hospedaremos-nos no charmoso Gran Hotel para um merecido conforto após nossa conquista do ponto mais alto da Europa! Este dia também pode ser usado para o cume caso o tempo não esteja bom ou qualquer outro imprevisto aconteça. Neste caso dormiremos uma noite a mais nos barrels e no dia seguinte iremos diretamente ao aeroporto para o vôo para St. Petersburg.
 
Pernoite no Gran Hotel ou Refúgio Barrels Hut
 
Café da manhã


05/07 - 11º Dia - KISLOVODSK / MINERALNIE VODY / ST. PETERSBURG

Dia livre. Ao final da tarde, traslado ao aeroporto e voo a St. Petersburg.
 
Pernoite em Hotel
 
Café da manhã


06/07 - 12º Dia - ST. PETERSBURG / SÃO PAULO

Check-out no hotel e embarque para São Paulo.(traslado hotel / aeroporto não incluso)
 
Sem pernoite
 
Café da Manhã
 
 
A programação acima poderá sofrer modificações devido a fatores climáticos, de acesso ou que possam interferir na segurança dos participantes.


Datas e Preços

preço por pessoa - somente terrestre - valores em €

Local

Hospedagem

DBL

St. Petersburg
Trekking
Kislovodsk

Hotel 3*
Refúgios Barrels Hut
Gran Hotel

3.150

Valores válidos para grupo mínimo de 08 pessoas.
 
Single Supplement Involuntário:
Conforme os clientes forem se inscrevendo na viagem serão feitos pares para a divisão de quartos. Caso, ao final do período de inscrição alguém fique sem par, o último inscrito terá que pagar um single suplement de € 300.
 
Single Supplement Voluntário:
Caso a pessoa escolha ficar em quarto individual o adicional será de € 600.

adicional aéreo interno - valores por pessoa em €

Companhia Aérea

Valor a partir de

a definir

350

Trecho St. Petersburg / Mineralnie Vody / St. Petersburg

adicional aéreo são paulo / moscou / são paulo - valores em €

Companhia Aérea

Valor a partir de

KLM / Air France / Emirates

consulte-nos

** Preço por pessoa em € (Euro)
** Preço sujeito alteração sem aviso prévio
** Dólar do dia do fechamento da viagem
 
- Todos os roteiros estão sujeitos a confirmação quanto à disponibilidade de vagas de todos os serviços locais.
- A programação acima poderá sofrer modificações devido a fatores climáticos, de acesso ou que possam interferir na segurança dos participantes.
 
Formas de pagamento:
 
Cheque
5 x sem juros em cheques pré datados.
6 x sem juros até 30 dias antes do embarque
(30% na 1a. parcela e o restante em parcelas de igual valor)
 
* Aceitamos somente cheque do próprio viajante.
 
Cartão
Visa, American Express e Mastercard - Entrada + 3 x sem juros.
(Entrada de 30% em cheque ou depósito e o restante em até 3 x iguais no cartão).
 
Cancelamentos
Em caso de cancelamento por parte do passageiro, serão abatidos os valores referentes à taxa administrativa e a multa de cancelamento da companhia aérea, e sobre o valor restante pago incidirão as seguintes taxas de cancelamento que serão rigorosamente cobradas:
 
Parte terrestre
Cancelamento até 30 dias do início da viagem: multa de 10% do valor total
Cancelamento entre 29 e 21 dias do início da viagem: multa de 20% do valor total
Cancelamentos com 20 ou menos dias do inicio da viagem: percentuais superiores aos acima referidos, desde que correspondentes a gastos efetivamente comprovados pela agência perante a EMBRATUR, efetuados em decorrência da desistência do usuário.
 
Parte aérea: Taxa ou multa de cancelamento cobrada pelas Companhias Aéreas para os bilhetes em questão.
 
Reservas: Mediante o sinal de € 200 por pessoa, para solicitação da reserva completa (trechos aéreos, hospedagem, passeios e demais serviços). O sinal recebido para reserva será descontado do valor total do roteiro reservado no ato do pagamento do restante do valor total do pacote. Esse valor será integralmente reembolsado ao passageiro, no caso de não confirmação da Pisa do roteiro solicitado. O valor não será reembolsado ao passageiro, em caso de desistência e ou cancelamento por parte do passageiro, do roteiro reservado, após a confirmação da reserva total por parte da Pisa. Valor esse, retido a título de perdas e danos para pagamento de multas de cancelamento de reserva junto a terceiros.

O que está Incluso

Inclui
- 3 pernoites em St. Petersburg no Hotel Taleon ou similar c/ café da manhã
- 3 pernoites em Terskol no Hotel Ozon Landhous ou similar c/ café da manhã
- 1 pernoites em Kislovodsk no Gran Hotel ou similar c/ café da manhã
- 4 pernoites no Monte Elbrus no Refúgio Barrel Huts c/ pensão completa
- Ingressos e passeios especificados
- Transporte especificado no roteiro
- Acompanhamento do guia brasileiro Manoel Morgado a partir de St. Petersburg
- Alimentação completa durante a escalada
- Equipe de apoio com guia local e cozinheira
- Brindes Especiais Pisa Trekking
 
Não Inclui
- Voos internacionais(solicite uma cotação para o seu consultor de viagens)
- Voo Interno (aprox. € 350)
- Alimentação fora da escalada a não ser café da manhã em Moscou e Terskol
- Taxas de embarque
- Traslados Aeroporto / Hotel / Aeroporto em St. Petersburg
- Vistos ou gorjetas
- Seguro viagem – obrigatório
- Equipamentos individuais
- Qualquer item não citado acima

O que levar

Esta relação de equipamentos deve ser utilizada como um guia. Tivemos um grande cuidado na preparação desta lista. O que consta nela nós usamos e recomendamos. Por favor, leia com cuidado e quando estiver se preparando para a expedição não esqueça de nenhum item citado. Este check-list foi baseado em anos de experiência pessoal. Os equipamentos têm especificações baseadas em máxima eficiência e mínimo peso. Sinta-se a vontade para consultar-nos antes de qualquer compra. 
 
Pés
 
- Botas de trekking amaciadas. Sugestão: Boreal, Salomon, La Sportiva e Snake. 
- BOTA DUPLA para a parte do Mt. Elbrus. É possível alugar no Elbrus Camp se informado com antecedência a numeração para reservarmos na loja. Mínimo de 45 dias antes, não garantido. 
- Um part de Tênis leves, tipo corrida, e/ou Papete.
- Meias Sintéticas. Três pares de meias finas que serão usadas próxima à pele, de tecido de poliéster ou polipropileno que transporta a transpiração do pé para a meia de fora. Sobre esta se veste uma meia grossa de lã ou de materiais sintéticos.
- Meias de Lã ou Sintéticas. Dois pares de meias grossas (tipo trekking), dois pares de meias media-grossa (tipo Hiking). 
 
 
Roupas Técnicas
 
TRONCO 
 
- Camisetas de underwear (1ª. Camada). Três camisetas de mangas curtas, tecido tipo Dryfit (Nike), Thermodry (Trackfield). 
- Underwear (1ª. Camada). Blusa de manga comprida, tecido powerstrech, polartec 100 ou outra fibra sintética. Não pode ser algodão. Sugestão: Solo (nacional).
- Jaqueta de Fleece ou Sintético Fino (2ª. Camada). É uma blusa fina, equivalente a um polartec 200. 
- Jaqueta de Fleece ou Sintético Grosso (3ª. Camada). É uma jaqueta grossa, equivalente a um polartec 300. 
- Anorak (4ª. Camada). É uma jaqueta de proteção contra os ventos, chuva e neve, respirável com material tipo Gore-tex ou similar. Sugestão: Lowe Alpine, Ansilta, North Face, Mountain Hardware.
 
PERNAS
- Underwear (1ª. Camada). Calça tipo ceroula, tecido powerstrech, polartec 100 ou outra fibra sintética. Não pode ser algodão. Sugestão: Solo (nacional).
- Calça de Fleece (2ª camada). É uma calça grossa, polartec 200. 
- Calça ou Salopete de proteção vento / neve (3ª. Camada). É uma calça ou macacão (salopete) que protege a parte das pernas da neve e do vento. Preferencialmente de material tipo gore-tex ou similar. 
 
 
Proteção da Cabeça
 
“Quando o resto do corpo está devidamente vestido, uma cabeça descoberta é como um radiador, responsável pela liberação de mais da metade do que o corpo perde de calor. A cabeça é a primeira parte do corpo que deve ser descoberta quando você está superaquecido e a primeira parte a ser protegida, quando você está com frio. Um velho ditado diz:” Se os seus pés estão frios, ponha um chapéu “. Existe aí uma verdade, pois assim que a cabeça e tronco ficam frios, a circulação sangüínea é reduzida nos braços e pernas em favor do aquecimento das partes vitais. Para que a circulação sangüínea aumente nos braços e pernas você precisa aquecer as áreas vitais da cabeça e tronco”.
 
- Chapéu para sol. Tipo “cap”. Dê preferência aos Sintéticos tipo fleece (secagem rápida).
- Gorro de Fleece ou Sintético. Um gorro de polartec 100 ou lã. Dê preferência aos modelos que envolvam as orelhas.
- Balaclava – Gorro tipo “Ninja” que protege a cabeça, o rosto e o pescoço. Prefira tecidos sintéticos tipo Fleece. 
- Óculos de Sol. 100% UV. 
 
 
Proteção das Mãos
 
3 tipos de luvas: 
 
a) Luvas de primeira camada Sintéticas. Prefira solo ou polartec 100. 
 
b) Luvas de Fleece ou Thinsulate grossas, para aquecimento tipo polartec 300.
 
 
c) Cobre-luvas para proteção de vento / chuva e neve. Preferencialmente material transpirável tipo Gore-tex ou similar. 
 
 
Material de Acampamento
 
- Mochila de Ataque. Aproximadamente de 30 a 40 litros. 
- Saco de Dormir. Altamente recomendável um saco para 5 a 10 graus negativos.
- Lanterna de Cabeça. Sugestão: Petzl ou Black Diamond
- Cantil. Dois cantis. Dê preferência aos de um Litro. Sugestão: Nalgene
- Artigos de toalete.
- Filtro solar fator 50 e filtro labial com protetor solar.
 
Equipamentos
- Um par de bastões de esqui de altura regulável.
- Uma piqueta tamanho 75 a 85 cm (depende to tamanho da pessoa)
- Um par de Crampons para bota Dupla (verificar se há disponibilidade para aluguel). 
- Cadeirinha de escalada / Mosquetão – Verificar se há necessidade. Pode mudar de expedição para expedição. 
 
Material para Viagem
 
Bolsa de cordura tipo marinheira de tamanho grande, que caiba a mochila cargueira dentro. A mochila cargueira deve estar protegida, pois no transporte aéreo pode sofrer danos e prejudicar sua expedição. Use cadeado. Dica: altamente recomendável uma bolsa de qualidade, pois em caso de acidentes com as mulas, a bolsa não irá romper-se e seu equipamento ficará protegido. Não haverá reembolso do equipamento em caso de acidentes com a mula. Pode ser encontrada nas lojas de montanha em SP. 
 
Roupas de Viagem. No Elbrus o clima é frio, em julho as temperaturas à noite podem chegar a zero graus nos refúgios. 
 
- Lenços Umedecidos
- Artigos de Toalete
- Para mulheres, absorventes higiênicos
- Maquina Fotográfica
- Medicamentos de uso pessoal

Informações Importantes

Extensão - Moscou
 
Itinerário
 
1° Dia
 
05:30 – Traslado para a estação de trem Moskovsky em St. Petersburg.
 
06:00 – Embarque no trem super rápido Sapsan.
 
06:45 – Partida de St. Petersburg.
 
10:25 – Chegada a Moscou e começo do passeio visitando os principais pontos turísticos de Moscou 
 
incluindo a Praça Vermelha e a Catedral de Santo Basílio.
 
19:00 – Fim do passeio e traslado ao Hotel Aerostar ou similar.
 
2° Dia
 
Manhã livre. Check out ao meio dia.
 
Preço
 
Para 2 ou 3 pessoas: € 550,00
 
Para 4 ou 5 pessoas: € 450,00
 
Para 6 pessoas ou mais: € 400,00
 
Observações
 
Clima
 
Nas montanhas temos uma variação bastante grande de temperatura dependendo da altitude onde estamos. Iniciaremos nossa aclimatação com caminhadas pelos vales com temperaturas ao redor de 15 a 20 graus. Na montanha teremos temperaturas de 10 graus positivos até 20 graus negativos (sensação térmica, ou seja, a combinação de temperatura real com o vento).
 
Transporte
 
Voaremos de Moscou a Mineralnie Vody (duas horas e meia de vôo) e de lá seguiremos em um mini ônibus para Terksol (três horas de viagem). Subiremos até os barrels em ski lifts e dos barrels até o ponto de inicio da escalada no dia de cume em um snow cat, caminhão com esteiras para andar na neve.
 
Acomodação
 
Em Moscou e em Terskol usaremos hotéis 3 estrelas e na montanha dormiremos em um container de metal com dois beliches grandes. Cada um desses containeres (barrels) acomodará até 8 pessoas.
 
Equipamentos
 
Com nossa experiência de anos desenvolvemos uma completa lista de roupas e equipamentos para serem levados para o Elbrus. Parte desta roupa pode ser deixada em Terskol (o que não será útil na montanha), e o restante será colocado em um duffle bag (grande bolsa de cordura com zíper). No ato da inscrição você receberá uma cópia desta lista. 
 
Quanto levar de dinheiro
 
Basicamente todas as despesas estão incluídas no preço e você necessitará de dinheiro para as refeições em Moscou e em Terskol (ao redor de US$ 250), para comprar souvenires e para o aluguel do equipamento. Além disso, recomendamos ao redor de US$ 50 por pessoa para gorjetas para o guia local e a cozinheira.
 
É preciso experiência prévia em escalada em gelo?
 
Não, o Elbrus não é uma montanha técnica e suas encostas são relativamente suaves com pequeno risco de avalanches ou gretas. Nossos guias farão um pequeno treinamento no uso de piolets, crampons e de caminhada em neve e gelo. No entanto, os participantes desta expedição estarão enfrentando situações novas em termos de frio, ventos muito fortes e uso de equipamentos novos e esforço em altitude.
 
Visto
 
Desde junho de 2010 os brasileiros não necessitam mais de visto antecipado para a Rússia sendo que este agora é tirado na chegada no aeroporto. No entanto é necessário uma permissão para a região do Elbrus que é organizada por nós e para isso necessitamos de pelo menos 60 dias. Por favor, faça sua incrição o mais cedo possível.

Guias da Trilha

  • Manoel Morgado

    Para Manoel Morgado viajar sempre foi parte integral de sua vida. Desde muito jovem aventurou-se primeiro pelo Brasil e depois pelos países da América do Sul. Em 1980 formou-se em medicina e fez especialização em pediatria, mas antes de começar a trabalhar seguiu para uma longa viagem de dois anos de duração pela Europa e Ásia e este ano na Ásia acabou sendo determinante em sua história de vida. Voltando ao Brasil trabalhou como pediatra por cinco anos, mas acabou percebendo que necessitava unir trabalho com viagens e voltou para a Ásia onde viajou por outros três anos. Em 1992 abriu sua primeira empresa de turismo levando brasileiros para viajar pelos lugares que amava. Desde então guiou centenas de pessoas por inúmeros países. Em sua convivência com as culturas asiáticas acabou entrando em contato com yoga, meditação e budismo que influenciaram profundamente sua maneira de ver o mundo. Também teve a oportunidade de praticar vários esportes de aventura como kayaking, rafting, ciclo turismo, escalada em rocha e em gelo. Mas estar rodeado por montanhas nevadas é o que faz com que se sinta mais realizado. Manoel já escalou dezenas das principais montanhas do mundo incluindo as mais altas da América do Sul (Aconcagua), da América do Norte (McKinley), da Europa (Elbrus), da África (Kilimanjaro), da Oceania (Kosciuszko), além das mais altas da Bolívia (Sajama) e do Equador (Chimborazo). Em setembro de 2009 escalou o Cho Oyu, (8201 metros) a sexta mais alta montanha do planeta e em maio de 2010 colocou os pés no cume do Everest tornando-se o oitavo brasileiro a lograr este feito.

Depoimentos