Pisa Trekking Aventura Levada a Sério

(11) 5053-5480 • (11) 94000-6735

Receba nossos Informativos

Reserve Agora

Voltar

Escalada do Monte Elbrus com Agnaldo Gomes

Cód.Roteiro:109

Convidar Amigo Imprimir

EXPERIÊNCIAS:

  • Trekking

    Trekking

  • |
  • Grandes Expedições

    Grandes Expedições

  • |
  • Viagens em Grupo

    Viagens em Grupo

  • |
12 DIAS E 11 NOITES

Nível de dificuldade:

- Radical -
Valor a partir de:

€ 3.500,00

Terrestre

Gostou do Roteiro?
Solicite a sua Pré-reserva!

Solicitar

Uma linda cadeia de montanhas de 1.100km situada entre o Mar Cáspio e o Mar Negro, os Cáucasos, está se tornando popular entre montanhistas do mundo inteiro. Isso se deve à sua beleza natural e sua característica mais marcante: uma cadeia de montanhas pouco explorada e conhecida. Durante a época do regime soviético e da Guerra Fria, os picos e vales da região eram praticamente proibidos para escaladores estrangeiros. Mesmo assim, muitas montanhas magníficas, glaciares deslumbrantes e vales de beleza ímpar foram sendo explorados pelos escaladores locais e assim há rotas marcadas e registradas em livros e guias publicados na região. Da cidade de Mineralnie Vody (água mineral, em russo), partimos pelo vale do rio Baskan até um vilarejo aos pés dos Cáucasos, chamado Terskol (1.320m). De lá já podemos avistar o gigante de dois cumes, rei dos Cáucasos, o Monte Elbrus. Seus dois cumes, Leste (5.622m) e Oeste (5.642m) reinam incólumes ao topo de suas escarpas nevadas. O Monte Elbrus, maciço gigante de rocha e gelo, é um vulcão extinto e, por isso, suas escarpas são de inclinação suave, não apresentando dificuldades técnicas para sua ascensão. Porém, sua subida requer um bom preparo físico devido às distâncias percorridas, tanto para a aproximação aos refúgios (Barrels Huts – 3.900m), às famosas Pastukhov Rocks (4.600m) e à garganta entre-cumes (5.013m), quanto para o tão sonhado cume Oeste. Nesta viagem caminharemos por algumas gargantas do vale do rio Baskan, exploraremos alguns cumes e pequenos glaciares e teremos a grande chance de pisarmos no ponto mais alto do continente europeu.

Pontos de Interesse

- Desafio de conquistar a montanha mais alta da Europa;
- Guia brasileiro Agnaldo Gomes;
- Pernoite na montanha nos novos huts, muito mais aconchegantes e confortáveis;
- Um grande desafio sem necessidade de conhecimentos técnicos de escalada.

Sobre a Trilha

O grau de dificuldade de uma trilha é bastante subjetivo. O que é uma trilha fácil para um é impossível para outro dependendo da forma física, experiência, idade e mais do que tudo motivação. Os dias de aclimatação não serão difíceis, mas os dias na montanha serão longos (entre 400m e 1.000m de desnível). Não é necessária experiência prévia no uso de crampons e piolet, pois um pequeno treinamento será dado na montanha. Como resumo, podemos dizer que uma pessoa saudável, em bom estado de preparo físico, poderá fazer esta montanha sem maiores problemas. Caminhadas, bicicleta e aparelhos como step nas academias são treinos efetivos para o que vamos enfrentar. Mas, mais do que tudo, desfrutar o que esta montanha nos oferece será o melhor incentivo para completar cada dia com um sorriso nos lábios.

Dia a Dia

27/06 - 1º Dia - CHEGADA EM MOSCOU

Chegada em Moscou e check-in no hotel (a partir das 15h). 
 
* Traslado aeroporto / hotel não incluso.
 
Sem alimentação inclusa;
Pernoite em Moscou.


28/06 - 2º Dia - CITY TOUR EM MOSCOU

Após o café da manhã, faremos um city tour pela cidade visitando alguns dos principais atrativos, dando uma visão geral da cidade. Após o almoço, seguiremos para uma loja de equipamentos de montanha para comprar o que for necessário.
 
Café da manhã;
Pernoite em Moscou.


29/06 - 3º Dia - MOSCOU / MINERALNIE VODY / TERSKOL

Após o café da manhã, traslado ao aeroporto e voo a Mineralnie Vody. Do aeroporto de Mineralnie Vody iremos, em uma minivan, à Terskol (2.150m), uma viagem de 4h, chegando até a base do Elbrus, no coração dos Cáucasos. Nos hospedaremos em um confortável hotel 3 estrelas.
 
Café da manhã;
Pernoite em Terskol.


30/06 - 4º Dia - TERSKOL / TREKKING DE ACLIMATAÇÃO

Hoje faremos uma caminhada de aclimatação por um dos lindos e desertos vales próximos a Terskol. A caminhada será por florestas de pinheiros tendo ao fundo as lindas montanhas nevadas dos Cáucasos. Ganharemos um pouco de altitude como parte de nosso processo de aclimatação. Neste dia chegaremos até 3.000m. No final da tarde, revisaremos os equipamentos de cada um para, no dia seguinte, alugarmos e comprarmos o que for necessário.
 
Primeiro dia de aclimatação 
Distância do trekking: 20km
Subida acumulada: 1.075m
Descida acumulada: 1.070m
 
Café da manhã;
Pernoite em Terskol.


01/07 - 5° Dia - ACLIMATAÇÃO / MONTE CHEGET (3.600m)

Hoje, como parte do nosso programa de aclimatação, subiremos de teleférico até 3.000m e, de lá, caminharemos até os barrels a 3.700m que será nossa "casa" nos próximos dias. Com essas duas caminhadas, uma a 3.000m e a outra até 3.700m já estaremos prontos para dormir nos barrels. Este será um dia curto já que desceremos de 3.700m de teleférico para alugarmos o material técnico como botas duplas, crampons, etc.
 
Segundo dia de aclimatação 
Distância do trekking: 8km
Subida acumulada: 785m
Descida acumulada: 0m - descida de teleférico
 
Café da manhã;
Pernoite em Terskol.


02/07 - 6° DIA - ACLIMATAÇÃO / TREINAMENTO / GLACIAR PRYUTT / BARREL HUT

Partiremos pela manhã para a estação de ski-lift do monte Elbrus. A subida é feita em três estágios até os Barrel Huts (3.700m), nosso refúgio durante toda a estada no Elbrus. Os Barrel Huts recentemente foram reformados e hoje contam com 8 confortáveis quartos com 4 beliches cada. Os barrels têm capacidade para oito pessoas, porém, para maior conforto, em nossa viagem cada barrel abrigará somente quatro pessoas. Eles dispõem de aquecedor elétrico e tomadas para recarga de eletrônicos. A cozinha e o banheiro são separados dos quartos. Após almoço e breve descanso, faremos uma subida pelo glaciar até Pryutt 11, refúgio de montanha situado a 4.100m. Na volta, jantar na sala de refeições dos Barrel Huts. A partir de hoje todas nossas refeições serão preparadas por nosso cozinheiro.
 
Terceiro dia de aclimatação 
Distância do trekking: 3km
Subida acumulada: 400m
Descida acumulada: 400m
 
Café da manhã, almoço ou lanche de trilha e jantar;
Pernoite em refúgio de montanha (Barrel Hut).


03/07 - 7° DIA - BARREL HUT (3.900m) / PASTUKOV ROCKS (4.650m)

Após café da manhã, outro trekking, desta vez até Pastukov Rocks (4.700 metros), para aclimatação. Este é o ponto em que chega o snowcat (carro de neve), que será utilizado no dia de ascensão ao cume. A subida não é muito íngreme, mas longa, e levaremos ao redor de seis horas para subir e descer. Retorno aos Barrel Huts para o merecido jantar e descanso.
 
Quarto dia de aclimatação 
Distância do trekking: 6,5km
Subida acumulada: 870m
Descida acumulada: 870m
 
Café da manhã, almoço ou lanche de trilha e jantar;
Pernoite em refúgio de montanha (Barrel Hut).


04/07 - 8° Dia - DIA DE DESCANSO

Pela manhã, iremos para uma colina próxima aos Barrels para um treinamento no uso de nosso equipamento técnico de montanha. Treinaremos a subida e descida de uma face inclinada com crampons, o uso dos piolets e como usar as cordas fixas. No final da tarde prepararemos nossas mochilas para a subida ao cume. Recomenda-se dormir cedo, pois a partida ao cume será no início da madrugada do dia seguinte. Caso a previsão meteorológica não esteja favorável no dia de cume, poderemos usar este dia de descanso para ascensão ao cume do Elbrus.
 
Café da manhã, almoço ou lanche de trilha e jantar;
Pernoite em refúgio de montanha (Barrel Hut).


05/07 - 9° DIA - DIA DE CUME (5.642m)

Café da manhã às 01h da madrugada para que possamos sair com o snowcat às 02h em direção a um ponto abaixo das Pastukov Rocks (4.700 metros). Como opcional, pode-se contratar o snowcat para levar parte do grupo até 5.100 metros, facilitando, desta forma, a chegada ao cume.
 
Neste dia estaremos acompanhados, além do guia da Morgado Expedições, por guias russos na proporção de aproximadamente um guia para três clientes. Faremos a caminhada até o cume, passando por um vale entre os dois cumes do Elbrus. O tempo médio de subida é ao redor de oito horas e de descida de volta aos barrels de quatro a cinco horas. Recomenda-se fazer paradas frequentes para hidratação durante a subida. Se o tempo estiver bom, a vista do amanhecer será um prêmio à parte. E, depois do esforço dos últimos dias, seremos recompensados com a deliciosa sensação de estar no topo da montanha mais alta da Europa, a 5.642 metros. A vista de toda a cordilheira dos Cáucasos com seus inúmeros cumes nevados se descortina frente a nós. Uma vez no cume, após as fotos tradicionais, inicia-se a descida pelo mesmo caminho. Há a opção de utilizar-se o snowcat ou de snowmobile para a descida após as Pastukov Rocks novamente (opcional). 
 
Dia de cume
Distância do trekking: 12km
Subida acumulada: 950m
Descida acumulada: 950m
 
Café da manhã, almoço ou lanche de trilha e jantar;
Pernoite em refúgio de montanha (Barrel Hut).


06/07 - 10° DIA - TERSKOL / PYATIGORSK

Pela manhã, tomaremos os ski lifts de volta a Terskol e, de lá, viajaremos por quatro horas a Pyatigorsk, uma linda e charmosa cidade do outro lado do Elbrus. A estação de trem em Pyatigorsk já é uma atração à parte, como também é a ruazinha cheia de lojas que nos levará ao parque da cidade. O parque é cheio de alamedas arborizadas, rios e pontes bucólicas, coretos, estátuas e cafés. Nos hospedaremos no charmoso Gran Hotel para um merecido conforto após nossa conquista do ponto mais alto da Europa! À noite, jantar de despedida em um delicioso e divertido restaurante azerbaijão (não incluído).
 
Café da manhã;
Pernoite em Pyatigorsk.


07/07 - 11º Dia - PYATIGORSK / MINERALNIE VODY / MOSCOU

Pela manhã, traslado ao aeroporto e voo de retorno para Moscou.
 
Café da manhã;
Pernoite em Moscou.


08/07 - 12º Dia - MOSCOU / SÃO PAULO

Check-out no hotel e embarque para a cidade de origem.
 
* Traslado hotel / aeroporto não incluso.
 
Café da manhã;
Sem pernoite incluso.
 
A programação acima poderá sofrer modificações devido a fatores climáticos, de acesso ou que possam interferir na segurança dos participantes.


Datas e Preços

Calendário

Datas

Status

A Partir de

 

27/06/2020

Últimas vagas

€ 3.500,00
Terrestre

Faça sua pré-reserva

preço por pessoa - somente terrestre - valores em €

Local

Hospedagem

DBL

Moscou
Terskol
Trekking
Pyatigorsk

Holiday Inn Sokolniki ou similar
Hotel 3*
Refúgios Barrels Hut
Gran Hotel ou similar

3.500

Valores válidos para grupo mínimo de 08 pessoas.
Para grupos de 2 ou 3 pessoas: €6.500 por pessoa.
Para grupos de 4 ou 5 pessoas: €5.000 por pessoa.
Para grupos de 6 a 7 pessoas: €4.000 por pessoa.
 
Single Supplement Involuntário:
Conforme os clientes forem se inscrevendo na viagem serão feitos pares para a divisão de quartos. Caso, ao final do período de inscrição alguém fique sem par, o último inscrito terá que pagar um single supplement de €300.
 
Single Supplement Voluntário:
Caso a pessoa escolha ficar em quarto individual o adicional será de €600.

adicional aéreo interno - valores por pessoa em €

Companhia Aérea

Valor a partir de

A definir

350

Trecho Moscou / Mineralnie Vody / Moscou.

adicional aéreo são paulo / moscou / são paulo - valores em €

Cia. Aérea

Valor a partir de

KLM / Air France / Emirates

Sob consulta

** Preço por pessoa em € (Euros)
** Euro do dia do fechamento da viagem
** Preço sujeito alteração sem aviso prévio
 
Todos os roteiros estão sujeitos à confirmação quanto à disponibilidade de vagas de todos os serviços locais.
 
Formas de pagamento:
 
Cheque
6 x sem juros em cheques pré-datados.
5 x sem juros até 30 dias antes do embarque.
(30% na 1 a. parcela e o restante em parcelas de igual valor).
* Aceitamos somente cheque do próprio viajante.
 
Cartão
Visa, Mastercard e Amex - Entrada + 3 x sem juros.
(Entrada de 30% em cheque ou depósito e o restante em até 3 x iguais no cartão).
 
*** Para clientes estrangeiros, consultar condições de pagamento.
*** For foreign clients consult payment rules.
 
 
Reservas: 
Mediante o sinal de € 200 por pessoa, para solicitação da reserva completa (trechos aéreos, hospedagem, passeios e demais serviços). O sinal recebido para reserva será descontado do valor total do roteiro reservado no ato do pagamento do restante do valor total do pacote. Esse valor será integralmente reembolsado ao cliente, no caso de não confirmação do roteiro solicitado. O valor não será reembolsado ao cliente, em caso de desistência e ou cancelamento por parte do cliente, do roteiro reservado após a confirmação da reserva. Valor esse, retido a título de perdas e danos para pagamento de multas de cancelamento de reserva junto a terceiros.
 
Cancelamentos
Em caso de cancelamento por parte do cliente, serão abatidos os valores referentes à taxa administrativa e a multa de cancelamento da companhia aérea, e sobre o valor restante pago incidirão as seguintes taxas de cancelamento que serão rigorosamente cobradas:
 
Parte terrestre
Cancelamento até 30 dias do início da viagem: multa de 10% do valor total
Cancelamento entre 29 e 21 dias do início da viagem: multa de 20% do valor total
Cancelamentos com 20 ou menos dias do início da viagem: percentuais superiores aos acima referidos, desde que correspondentes a gastos efetivamente comprovados pela agência perante a EMBRATUR, efetuados em decorrência da desistência do usuário.
 
Parte aérea: Taxa ou multa de cancelamento cobrada pelas Companhias Aéreas para os bilhetes em questão.
 
 
Para remarcações de datas: As solicitações de alteração de data devem ser comunicadas por escrito. Serão cobrados ajustes tarifários nos casos devidos
 

O que está Incluso

Inclui
- 3 pernoites em Moscou em hotel 3* c/ café da manhã;
- 3 pernoites em Terskol em hotel 3* c/ café da manhã;
- 1 pernoite em Pyatigorsk no Gran Hotel ou similar c/ café da manhã;
- 4 pernoites no Monte Elbrus no refúgio Barrel Huts c/ pensão completa;
- Ingressos e passeios especificados;
- Transporte especificado no roteiro;
- Acompanhamento do guia brasileiro Agnaldo Gomes a partir de Moscou;
- Alimentação completa durante a escalada;
- Equipe de apoio com guia local e cozinheiro;
- Brinde especial Pisa Trekking.
 
Não inclui
- Voos internacionais (solicite uma cotação para o seu consultor de viagens);
- Voo interno (aprox. €350);
- Alimentação fora da escalada a não ser café da manhã em Moscou e Terskol;
- Taxas de embarque;
- Traslados aeroporto / hotel / aeroporto em Moscou;
- Vistos ou gorjetas;
- Seguro viagem - recomendamos o World Nomads - www.worldnomads.com.br
- Equipamentos individuais;
- Qualquer item não citado acima.

O que levar

Vários equipamentos podem ser alugados na Rússia, em Terskol. Entrar em contato com seu consultor de viagens para saber mais sobre aluguel. Durante o dia que passaremos em Moscou visitaremos uma ótima loja de material de montanha onde poderemos comprar equipamentos a um preço bem melhor do que no Brasil.
 
PÉS 
- Botas de caminhada 
Devem ser específicas para trekking e cobrir o tornozelo. Compradas com antecedência e "amaciadas". Comprar no Brasil. Recomendamos botas italianas como a Asolo, Scarpa ou La Sportiva. No Brasil é mais fácil encontrar da marca Salomon ou da Snake. Se você já tem a sua e se ela já tem mais de cinco anos, mesmo em bom estado, substitua por uma nova. Tanto a cola como os materiais ressecam com o passar do tempo e existe o risco de descolamento da sola.
- Meias de trekking 
O ideal são meias de trekking de lã ou outro material térmico como a das marcas Thorlo, Smart Wool, Mund ou Fox River. Essas meias devem ser específicas para trekking, compradas em casas especializadas. Você vai notar que as meias de trekking são bastante caras, mas pense que estará andando por muitos dias. É importante ter os pés secos, confortáveis e quentes.
- Papete ou crocs 
Um par de sandálias ou chinelos. O ideal são "papetes" ou crocs, pois podem ser usadas com meias, para descansar os pés após chegarmos ao lodge ou no acampamento.
- Tênis 
Um par de tênis para os passeios nas cidades.
 
PERNAS
- Segunda pele 
Calças térmicas (segunda pele) tipo capilene ou polipropileno. 
- Calça  de trekking
Estas novas matérias de calças de trekking são mais justos já que de material stretching e resistentes a água secando com muita facilidade e sujando menos.
- Calça de fleece 
Calça de fleece fino para usar a noite nos lodges ou barracas refeitórios ou então como uma camada extra nos dias mais frios. 
- Shorts 
Um short ou bermuda. Pode ser também uma calça com zíper na perna.
- Sobre calça
Uma sobre calça de material impermeável e, de preferência, respirável (como GoreTex), com zíper lateral integral de modo a poder colocá-la e retirá-la sem precisar tirar a bota e crampons.
 
TRONCO
- Segunda pele 
Blusas térmicas (segunda pele) tipo capilene, polipropileno ou melhor ainda Power Stretch. 
- Camisetas Dry Fit 
Camisetas de manga curta e camisetas de manga longa (além da roupa de baixo), de preferência de material tipo dry fit. 
- Fleece fino 
Um pulôver de fleece fino. 
- Fleece grosso 
Um pulôver de fleece grosso. 
- Anorak 
Um anorak com gorro, de preferência de material respirável como Gore Tex. Este anorak deverá ser bastante fino e ocupar pouco espaço, já que estarão dentro de sua mochila todos os dias. Evitar anoraks forrados de fleece. Existem vários modelos, mas o importante é buscar um com capuz ajustável, zíper em baixo dos braços para melhor ventilação.
- Casaco pena de ganso
 
CABEÇA
- Gorro 
Gorro de fleece grosso cobrindo as orelhas.
- Boné 
Pode ser com ou sem proteção para o pescoço tipo legionário.
- Cachecol ou Buff
Cachecol de fleece, lã ou um Buff, produto espanhol extremamente versátil.
- Balaclava
- Máscara para rosto
 
MÃOS
- Luva fina
Um par de luvas finas de material térmico. 
- Luva grossa  
Um par de luvas grossas. A luva grossa deve ser grande o suficiente para ser usada com a fina por baixo sem comprimir as pontas dos dedos.
- Luva liners
Para ser usado sob os mittens. Tem que ser o mais fina possível para não isolar os dedos, mas, ao mesmo tempo, não deixar a pele exposta quando for necessário tirar os mittens.
- Mitten
Luvas sem dedos.
 
EQUIPAMENTOS DE TREKKING
- Óculos 
Óculos escuros com filtro UV. É necessário ter proteção lateral.
- Sleeping Bag (-10°) 
- Saco de dormir confortável para temperaturas de menos 10 graus.
- Mochila Day Pack 
Uma mochila média de capacidade entre 35 a 50 litros com alças bem confortáveis e acolchoadas.
- Capa da mochila 
- Head lamp 
Lanterna com pilhas reservas. Embora as head lamps (lanternas que são usadas presas na cabeça) não sejam obrigatórias, elas são muito mais práticas, já que deixam as mãos livres.
- Bastões de caminhada 
Bastões de caminhada de altura regulável.
 
EQUIPAMENTOS DE ESCALADA
- Sleeping bag (-10º)
Saco de dormir confortável para temperaturas de menos 10 graus.
- Ice axe de caminhada
- Bota dupla
Botas de trekking que aceitam crampons não são adequadas para esta expedição, pois não são quentes o suficiente.
- Crampons
- Harness (cadeirinha)
Recomendamos comprar um modelo que tenha ajuste das pernas para usar com muitas ou poucas camadas de roupa. 
- Gaiters (polainas)
- Goggle
Recomendamos com alto grau de proteção UV ou fotocromático.
 
MISCELÂNEA 
- Purificador de água 
Purificador de água a base de iodo (é o mais efetivo) em comprimidos. Se não encontrar um a base de iodo trazer um a base de cloro.
- Pee bottle
Este é um cantil de boca larga para ser usado como urinol a noite para não termos de sair do quarto para urinar. Para mulheres que não se sentem confortáveis em usar um cantil sugerimos comprar um tupperware cilíndrico de ao redor de 15x15 centímetros.
- Cantil 
Cantil de 1 litro. Os cantis de plástico duro são os mais recomendados, principalmente os de boca larga. Como enchemos os cantis nos riachos, não é recomendável qualquer cantil que seja recoberto por tecido, pois molha.
- Filtro solar e labial 
Filtro solar com proteção mínima fator 15 e protetor labial com filtro solar.
- Toalha 
Recomendamos comprar uma wet towel, toalha de material sintético que deve ser guardada molhada e com isso não fica com mau cheiro.
- Papel higiênico 
Recomendamos dois rolos.
- Lenços umedecidos
Lenços umedecidos, os da marca Johnson & Johnson são mais macios a agradáveis ao tato. Após limpeza com os lenços umedecidos recomendamos usar talco para tirar a sensação pegajosa que os lenços deixam.
- Lenços de papel 
Lenços de papel em grande quantidade (nas montanhas, devido ao ar frio e seco, a coriza é constante).
- Talco 
Para ser usado após fazer a higiene com os lenços umedecidos. Dá uma sensação de limpeza maior. Trazer uma embalagem pequena.
- Hand and foot warmer
Envelopes que, ao reagir com o ar, liberam calor por, aproximadamente, 8h. Existem modelos específicos para as mãos e para os pés.
- Óculos de grau reserva 
 
Opcional
- Diário
- Livros 
- Remédios 
- Medicamentos de uso pessoal. Trazer do Brasil. 
 
Recomendamos a seguinte lista:
- Ciprofloxacina para tratamento de diarreia bacteriana;
- Azitromicina para tratamento de infecções bacterianas das vias respiratórias;
- Analgésicos como Novalgina ou Paracetamol;
- Descongestionante nasal como Naldecon diurno e noturno;
- Reidratante oral em pó;
- Anti-inflamatório;
- Fibra como Metamucil caso você tenha tendência para obstipação.
 
QUANTIDADES
 
PÉS
BOTAS DE CAMINHADA 1
MEIAS DE TREKKING 2 pares
MEIAS DE MONTANHA 2 pares
MEIAS LINER 2 pares
PAPETE OU CROCS 1
TÊNIS 1
 
PERNAS
SEGUNDA PELE 1
CALÇA TREKKING 2
CALÇA DE FLEECE 1
SOBRE CALÇA 1 
SHORTS 1
 
TRONCO
SEGUNDA PELE 1 
CAMISETAS DRY FIT 2 manga curta e 2 manga longa
FLEECE FINO 1
FLEECE GROSSO 1
ANORAK 1
CASACO PENA DE GANSO 1
 
CABEÇA
GORRO 1
BONÉ 1
BALACLAVA 1
MÁSCARA PARA ROSTO 1
CACHECOL OU BUFF 1
 
MÃOS
LUVA FINA 1
LUVA LINER 1 
LUVA GROSSA 1
MITTEN 1

Informações Importantes

Clima
Nas montanhas temos uma variação bastante grande de temperatura dependendo da altitude onde estamos. Iniciaremos nossa aclimatação com caminhadas pelos vales com temperaturas ao redor de 15 a 20 graus. Na montanha teremos temperaturas de 10 graus positivos até 20 graus negativos (sensação térmica, ou seja, a combinação de temperatura real com o vento).
 
Transporte
Voaremos de Moscou a Mineralnie Vody (duas horas e meia de voo) e de lá seguiremos em um mini ônibus para Terskol (três horas de viagem). Subiremos até os barrels em ski lifts e dos barrels até o ponto de inicio da escalada no dia de cume em um snowcat, caminhão com esteiras para andar na neve.
 
Acomodação
Em Moscou e em Terskol usaremos hotéis 3 estrelas e, na montanha, dormiremos em um contêiner de metal com dois beliches grandes. Cada um desses contêineres (barrels) acomodará até 8 pessoas.
 
Equipamentos
Com nossa experiência de anos desenvolvemos uma completa lista de roupas e equipamentos para serem levados para o Elbrus. Parte desta roupa pode ser deixada em Terskol (o que não será útil na montanha), e o restante será colocado em um duffle bag (grande bolsa de cordura com zíper). No ato da inscrição você receberá uma cópia desta lista. 
 
Quanto levar de dinheiro
Basicamente todas as despesas estão incluídas no preço e você necessitará de dinheiro para as refeições em Moscou e em Terskol (ao redor de US$250), para comprar souvenires e para o aluguel do equipamento. Além disso, recomendamos ao redor de US$50 por pessoa para gorjetas para o guia local e o cozinheiro.
 
É preciso experiência prévia em escalada em gelo?
Não, o Elbrus não é uma montanha técnica e suas encostas são relativamente suaves com pequeno risco de avalanches ou gretas. Nossos guias farão um pequeno treinamento no uso de piolets, crampons e de caminhada em neve e gelo. No entanto, os participantes desta expedição estarão enfrentando situações novas em termos de frio, ventos muito fortes e uso de equipamentos novos e esforço em altitude.
 
Visto
Desde junho de 2010 os brasileiros não necessitam mais de visto antecipado para a Rússia sendo que este agora é tirado na chegada no aeroporto. No entanto é necessário uma permissão para a região do Elbrus que é organizada por nós e para isso necessitamos de pelo menos 60 dias. Por favor, faça sua inscrição o mais cedo possível.

Guias da Trilha

  • Agnaldo Gomes

    Agnaldo Gomes é formado em Geografia pela PUC - São Paulo. É guia de montanha há 15 anos e pratica esportes outdoor há 25. A paixão pelas montanhas nasceu nas aulas de Geografia, quando cursava o ensino médio e desde então o amor pelas montanhas e a necessidade de estar ao ar livre somente aumentou. Tem em seu currículo expedições em alta montanha, travessias de bicicleta e caiaque oceânico. Em 1990 fez sua primeira expedição em altitude, no Aconcágua, na Argentina. Realizou cursos de escalda em rocha, gelo e primeiro socorros. Participou e liderou expedições nas montanhas mais altas de vários países, entre elas o Aconcágua na Argentina,Huascaran e o Pisco no Peru, Cotopaxi, Illiniza e Chimborazo, no Equador, Huyana Potosi, Pequeno Alpamayo, Illimani e Sajama, na Bolívia, Elbrus, na Rússia, Kilimanjaro, na Tanzânia e o Island Peak, no Nepal. Em setembro de 2013 participou de uma expedição ao Cho Oyu, a sexta mais alta montanha do planeta, com 8201 metros, localizado na fronteira do Nepal com o Tibete. Alcançou o cume no dia primeiro de outubro e se tornou um dos poucos alpinistas brasileiros a ter escalado uma montanha com mais de 8000 metros.

Depoimentos

  • Ana Licia
    Paulo,
    Só tenho a dizer que a expedição para o Elbrus foi incrível!
    A experiência de ser guiada pela primeira vez pelo Manoel Morgado foi um privilégio! Um cara tão experiente, com quem tive oportunidade de aprender muito! E também um médico extremamente cuidadoso com a nossa saúde durante toda a escalada! O grupo não podia ser melhor: onze pessoas divertidíssimas e muito animadas!
    O Monte Elbrus nos recebeu de braços abertos! O ataque ao cume foi com tempo estável e quando amanheceu, o céu nos presenteou com um sol brilhante! 
    Obrigada Monte Elbrus, Pisa...
    + Leia Mais
  • Helio Costa

    Obrigado ao pessoal da Pisa Trekking e ao Manoel Morgado por me ajudar a realizar esse sonho de escalar o Elbrus. A escalada não foi nada fácil, mas o suporte logístico foi perfeito. Só elogios

VOCÊ TAMBÉM VAI CURTIR