Pisa Trekking Aventura Levada a Sério

(11) 5053-5480 • (11) 94000-6735

Receba nossos Informativos

Reserve Agora

Voltar

Cicloturismo na Chapada dos Veadeiros

Cód.Roteiro:2127

Convidar Amigo Imprimir

EXPERIÊNCIAS:

  • Cicloturismo

    Cicloturismo

  • |
  • Reabertura do Turismo

    Reabertura do Turismo

  • |
5 DIAS E 4 NOITES

Nível de dificuldade:

- Moderado -
Valor a partir de:

R$ 2.900,00

terrestre

Gostou do Roteiro?
Solicite a sua Pré-reserva!

Solicitar

Criado em 1961, o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros está localizado no nordeste do Estado de Goiás, entre os municípios de Alto Paraíso de Goiás, Cavalcante e Colinas do Sul. Protegendo uma área de 240.000 hectares de cerrado de altitude, possui formações vegetais únicas, centenas de nascentes e cursos d’água, rochas com mais de um bilhão de anos, além de paisagens de rara beleza, com feições que se alteram ao longo do ano. O Parque também preserva áreas de antigos garimpos, como parte da história local e foi declarado Patrimônio Natural da Humanidade pela UNESCO, em 2001. Mas a Chapada dos Veadeiros é muito maior que a área protegida do Parque Nacional. Inicialmente, quando da primeira delimitação da sua área em 1961, o parque chegou a ter mais de 600 mil hectares e as características geomorfológicas marcantes, avançam desde o Planalto Central, em Brasília, no sentido norte, até as terras baixas do Estado do Tocantins. Um verdadeiro festival de paisagens espetaculares, cachoeiras e águas puras com as mais diversas tonalidades. Nós buscamos explorar ao máximo o potencial turístico natural da região, promovendo uma imersão em valores culturais e artísticos dos habitantes locais, em especial dos povos das comunidades quilombolas dos Kalungas. Iremos mesclar pedais em singles e estradões que unem os principais atrativos da Chapada dos Veadeiros. Nosso objetivo é oferecer ao viajante total conforto e segurança durante os dias de estadia na Chapada dos Veadeiros, oportunizando experiências únicas, com um serviço profissional e de excelência, já reconhecido por centenas de clientes que viajaram conosco neste e em outros destinos.

Sobre a Trilha

Roteiro indicado para pessoas ativas, que praticam atividade física regularmente. Passeios de 32 a 44 km por dia, em terrenos acidentados, com algumas subidas mais íngremes ou mais longas. Vamos pedalar em estradas secundárias pavimentadas com pouco tráfego (em alguns trechos mais curtos podemos dividir a estrada com carros), bem como em estradas de terra batida com muito pouco tráfego. O roteiro não possui trechos técnicos, sendo 100% pedalável.

Dia a Dia

1° Dia - ORIGEM / BRASÍLIA / VILA DE SÃO JORGE

Após realizar a recepção de todos os aventureiros, embarcaremos em nossa van e partiremos rumo à Chapada dos Veadeiros para realizarmos a nossa hospedagem em nossa pousada. Noite livre pela Vila de São Jorge.
 
* recomendamos voos com chegada em Brasília até as 20h.
 
Sem refeições inclusas;
Pernoite em pousada.


2° Dia - VALE DO RIO DOS COUROS / APA SERRA DA BOA VISTA / CACHOEIRA ALMÉCEGAS

Após o café da manhã, realizaremos um bate papo técnico sobre os próximos dias de nossas aventuras. Logo após, partiremos em nossa van até o ponto de início de pedal. Neste dia percorreremos uma das mais belas regiões da Chapada dos Veadeiros. Passaremos pelos cursos altos do Rio São Miguel onde avistaremos cenários de jardins cuidadosamente montados pela natureza, através de estradões e singles exclusivos. Em Seguida, nosso destino será o vale do Rio dos Couros, passando pela APA da Serra da Boa Vista, um dos importantes cartões postais da Chapada. Os rios São Miguel e Couros são dois dos principais afluentes do rio Tocantinzinho, formando a Bacia do Rio Tocantins. Um espetáculo de paisagem, com possibilidade de avistamento de diversos animais silvestres que ocasionalmente nos enchem os olhos com suas aparições. Seguindo o nosso bike tour, chegaremos aos maiores atrativos do dia: a Cachoeira das Almécegas nos brindando com sua imponente queda que desce por um paredão repleto de veios que colorem com os mais variados tons os olhos de quem se batiza em suas águas. Seguiremos então até um belo mirante no alto da Serra das Almécegas para a realização de saltos incríveis em uma tirolesa de 850 metros de extensão com uma vista espetacular da Chapada dos Veadeiros (opcional). Após os Saltos, seguiremos pedalando até a sede da fazenda, aonde finalizaremos o nosso dia. Depois deste dia incrível, ao redor da fogueira, experimentaremos a deliciosa cerveja produzida ali mesmo. 
 
 
Descrição da atividade: estradões e single tracks de exigência física e técnica moderada;
Distância: 44 quilômetros;
Total subidas: 524m;
Total descidas: 361m.
 
Café da manhã e lanche de trilha;
Pernoite em pousada.


3° Dia - CAVALCANTE / SÍTIO QUILOMBOLA KALUNGA / CACHOEIRA SANTA BÁRBARA

Neste dia seguiremos em um deslocamento de van até a cidade de Cavalcante, para conhecermos uma das mais incríveis atrações da Chapada dos Veadeiros. Iniciaremos nosso pedal por estradas vicinais e single tracks no Sítio Quilombola Kalunga, passando por casas de nativos. O caminho em si já é um espetáculo e seremos premiados com a chegada à Cachoeira Santa Bárbara, uma das 10 mais bonitas do Brasil. Serão momentos eternizados com banhos deliciosos nas águas azuis turquesas da cachoeira. Depois seguiremos até a Vila Kalunga do Engenho II, onde teremos um almoço espetacular (não incluído). Voltaremos até a cidade de Cavalcante. No nosso retorno, há a opção por pararmos rapidinho ali na Cervejaria Aracê, uma outra cervejaria artesanal que possui uma excelente IPA fabricada com harmonização de frutos do cerrado, para quem gosta, uma delícia!
 
Descrição da atividade: Estradas de terra e single tracks de exigência técnica moderada.
Distância: 36 quilômetros
Total subidas: 273
Total descidas: 359
 
Devido a incerteza da reabertura do sítio quilombola Kalunga este dia poderá ser substituído por esse:
 
CACHOEIRA DO SEGREDO
 

Este será um dia espetacular, de paisagens alucinantes. O nosso pedal passará por terras exclusivas com cenários de exuberância plena através de matas ciliares do Rio São Miguel e seus afluentes, com aguas absolutamente translúcidas, por descidas e subidas de pouca exigência técnica e alguma exigência física. Chegaremos à Cachoeira do Segredo para visitar o nosso atrativo natural do dia. Uma belíssima cachoeira que desce lambendo um flanco rochoso de 115 metros até formar um poço muito bom para banho. Após conhecer essa beleza, retornaremos a nossa pousada e teremos a nossa noite livre para desfrutar da agradável noite da Vila de São Jorge.
 

Descrição da atividade: Estradas de terra e single tracks de exigência técnica moderada.
Distância: 36 quilômetros
Total subidas: 488
Total descidas: 622


Café da manhã e lanche de trilha;
Pernoite em pousada.

 



4° Dia - CATARATA DOS COUROS

Este será um dia espetacular, de paisagens alucinantes. O nosso pedal passará por terras que culminam em um platô da Chapada dos Veadeiros que possui cenários de exuberância plena do bioma dos campos rupestres de altitude, com visuais de centenas de milhares de Canelas de Emas milenares e Sempre-Vivas, com possibilidade de animais silvestres. Chegaremos então ao complexo de Cachoeiras das Cataratas dos Couros, onde curtiremos todas as suas maravilhosas quedas. O retorno a São Jorge será em nossas Vans. No final do percurso de bicicletas, realizaremos um pequeno trekking de 4 quilômetros (ida e volta) pelas margens do Rio dos Couros, antes da chegada às Cataratas. Este trecho requer o uso de tênis, portanto reserve-os na sua mochila para o dia. Após deixarmos as Cachoeiras do Rio dos Couros,  araremos no rancho da Dona Ana para um almoço tardio (não incluído).
 
Descrição da atividade: Estradões de baixa exigência técnica; Após o nosso dia de atividades, será realizada a lavagem e desmontagem de nossas bikes,
com a devida instalação em seus respectivos cases ou mala bikes. É imprescindível que você acompanhe;
Distância: 43km;
Total subidas: 688m;
Total descidas: 222m.
 
Café da manhã e lanche de trilha;
Pernoite em pousada.


5° Dia - VALE DA LUA / BRASÍLIA / ORIGEM

Um dos cartões postais mais cobiçados da Chapada dos Veadeiros estará diante de nossos olhos nessa manhã. Partiremos logo após o nosso café da manhã para os nossos últimos quilômetros de pedal, que nos levarão por estradões até ao Vale da Lua, um dos mais famosos cartões postais da Chapada dos Veadeiros. Em seguida, partiremos em retorno a Vila de São Jorge para realizarmos nosso check-out e viagem de retorno para Brasília com previsão de chegada ao Aeroporto Juscelino Kubitscheck às 17h. 
 
* Recomendamos voos com embarque a partir das 19h.
 
Distância: 20 km;
Total subidas: 372m;
Total descidas: 242m.
 
Café da manhã e lanche de trilha;
Sem pernoite incluso.
 
A programação acima poderá sofrer modificações devido a fatores climáticos, de acesso ou que possam interferir na segurança dos participantes.


Datas e Preços

Calendário

Datas

Status

A Partir de

 

31/03/2021
Páscoa

Há Vagas

R$ 2.900,00
terrestre

Faça sua pré-reserva

02/06/2021
Corpus Christi

Há Vagas

R$ 2.900,00
terrestre

Faça sua pré-reserva

07/07/2021
Revolução de 1932

Há Vagas

R$ 2.900,00
terrestre

Faça sua pré-reserva

03/09/2021

Há Vagas

R$ 2.900,00
terrestre

Faça sua pré-reserva

GRUPOS 4 ou mais clientes - SOMENTE TERRESTRE - VALORES POR PESSOA EM R$

HOSPEDAGEM

SGL

DBL

Pousada Trilha Violeta

3.300

2.900

Valores válidos para as saídas listadas no calendário acima, a partir de 4 pessoas.

Caso o grupo mínimo de 4 clientes não for atingido o valor será recalculado com a possibilidade de cancelamento sem multa por parte do cliente.

serviços extras - valores por pessoa em R$

Serviço

Valor

Aluguel de Mountain Bike

500

ADICIONAL AÉREO ORIGEM / BRASÍLIA / ORIGEM - POR PESSOA EM R$

CIA. AÉREA

VALOR

Gol / Latam / Azul

sob consulta

Informações gerais:
* O roteiro está sujeito à confirmação quanto à disponibilidade de vagas de todos os serviços locais e poderá sofrer reajustes de valores na parte aérea ou terrestre. Confirmar o valor do pacote com seu agente de viagens.
* A programação acima poderá sofrer modificações devido a fatores climáticos, de acesso ou que possam interferir na segurança dos participantes.
* Os valores citados nas tabelas acima estão sujeitos a alterações e disponibilidade no ato da reserva.
* Consulte-nos para outras opções de hospedagens.
* Menores desacompanhados terão que apresentar carta dos pais feita em próprio punho e com firma reconhecida em cartório.
* As tarifas das Cias. Aéreas estão sujeitas a constantes mudanças, por ser essa uma estratégia do mercado. Certifique-se no dia do pagamento do seu pacote, se a tarifa informada pode ser confirmada. Somente a emissão do bilhete, garante a tarifa.
 
Formas de pagamento:
 
Cheque
6x sem juros em cheques pré-datados.
5x sem juros até 30 dias antes do embarque.
(30% na 1ª parcela e o restante em parcelas de igual valor).
* Aceitamos somente cheque do próprio viajante.
 
Cartão
Visa, American Express e Mastercard - Entrada + 3x sem juros.
(Entrada de 30% em cheque ou depósito e o restante em até 3x iguais no cartão).
*** para clientes estrangeiros, consultar condições de pagamento.
*** for foreign clients consult payment rules.
 
Cancelamentos
Em caso de cancelamento por parte do cliente, serão abatidos os valores referentes à taxa administrativa e a multa de cancelamento da companhia aérea, e sobre o valor restante pago incidirão as seguintes taxas de cancelamento que serão rigorosamente cobradas:
 
Parte terrestre
Cancelamento até 30 dias do início da viagem: multa de 10% do valor total;
Cancelamento entre 29 e 21 dias do início da viagem: multa de 20% do valor total;
Cancelamentos com 20 ou menos dias do inicio da viagem: percentuais superiores aos acima referidos, desde que correspondentes a gastos efetivamente comprovados pela agência perante a EMBRATUR, efetuados em decorrência da desistência do usuário.
 
Parte aérea: Taxa ou multa de cancelamento cobrada pelas Companhias Aéreas para os bilhetes em questão.
 
 

O que está Incluso

Inclui
 
- Recepção Aeroporto in/out;
- Transfer Brasília/São Jorge/Brasília in/out;
- Todos os traslados na Chapada dos Veadeiros em Vans;
- Veículo de apoio equipado com rádio VHF e equipamentos de resgate conforme NBR 15509-1;
- 4 pernoites em pousadas na Vila de São Jorge com café da manhã;
- Lanche de trilha durante os passeios, sendo: água mineral, isotônicos, refrigerantes, sucos gelo, frutas, sanduíches, barras energéticas e cereais;
- Acesso a todos os atrativos descritos na programação;
- Todo o serviço mecânico para bicicletas;
- Lavagem e lubrificação diária da bicicleta;
- Guias credenciados munidos de rádios comunicadores;
- Seguro viagem;
- Brinde Pisa Trekking.
 
Não Inclui
 
- Passagem aérea;
- Almoços, jantares e bebidas;
- Aluguel de bicicleta;
- Despesas de ordem pessoal;
- Itens não mencionados no roteiro.

O que levar

- 1 mochila de ataque;
- 3 bermudas de bike; 
- 3 camisetas de bike;
- 3 pares de meia para pedal;
- 1 par de luvas de bike;
- 1 capacete;
- 1 conjunto de roupas leves para trekking;
- 1 par de tênis para trekking;
- 1 par de chinelos ou papete;
- Jaqueta corta vento;
- 1 blusa segunda pele;
- 1 gorro ou bandana;
- Roupa de banho;
- 1 toalha dry;
- 1 toalha para banho;
- 1 Saco estanque para proteger equipamentos eletrônicos da chuva;
- Protetor solar;
- Protetor labial;
- Medicamentos de uso pessoal;
- Lanterna de cabeça.

Informações Importantes

Protocolo de Segurança Covid-19 adotados pelo receptivo local:
 

Identificar na recepção do cliente se há algum sintoma de tosse, dor de garganta ou desconforto respiratório. Utilizaremos diariamente, termômetros de infravermelho para medição de temperatura corporal. Em caso de febre, disponibilizaremos a máscara imediatamente e retornaremos o cliente para casa.
 
Alterar a frequência e a forma de contato entre os colaboradores e entre estes e os participantes/clientes evitando (quando possível) o contato físico.
 
Manter uma distância mínima de 1,5m entre as pessoas para controle da movimentação, evitando-se o tráfego indesejado e o cruzamento desnecessário de pessoas durante as atividades.
 
Manter os ambientes ventilados (se possível, com as janelas abertas) para aumentar a troca de ar.
 
Todos os veículos utilizados nos deslocamentos terão total ventilação, com janelas abertas todo o tempo e sem o uso de sistemas de ar condicionado ou aquecedores.
 
Disponibilização de dispensadores com preparações alcoólicas para a higiene das mãos (sob as formas gel ou solução a 70%) em todos os veículos e pontos de parada e estimular a higiene das mãos após contato com materiais, superfícies, equipamentos e secreções respiratórias.
 
Disponibilização durante o percurso de condições para higiene simples das mãos: lavatório/pia com dispensador de sabonete líquido, suporte para papel toalha, papel toalha, lixeira com tampa e acionamento por pedal, sem contato manual.
 
Adequação das as equipes de trabalho, recepcionista(s), atendente(s), condutor(es), guia(s), instrutor(es) e demais colaboradores da linha de atendimento ao participante/cliente/consumidor, às recomendações da OMS – Organização Mundial da Saúde, quais sejam: Distanciamento mínimo para caso(s) de recepção, briefing (alinhamento de procedimento), boas vindas, etc, equipados com máscaras individuais (uso obrigatório de acordo com as recomendações dos órgãos oficiais de saúde) e/ou protetores faciais/face shield (que cubra a frente e os lados do rosto). Fornecimento de uso de máscara descartável, observando o descarte apropriado. NOTA: O uso de máscaras pela população é um método de barreira importante quando combinado aos demais cuidados de higiene já preconizados. As pessoas que usarem máscaras devem seguir as boas práticas de uso, remoção e descarte, assim como higienizar adequadamente as mãos antes e após a remoção.
 
Afastamento dos colaboradores no caso de qualquer suspeita ou confirmação de COVID-19.
 
Disponibilização de responsável devidamente capacitado quanto aos procedimentos internos em caso de suspeita de infecção (acompanhar a pessoa com sintomas ao espaço de isolamento, prestar-lhe a assistência necessária e contatar o serviço nacional de saúde).
 
Limpar superfícies com água e sabão (qualquer sabão de uso comum, como detergentes, preferencialmente biodegradáveis), ou álcool a 70% ou hipoclorito a 0,1%, tomando cuidado com aspersão de hipoclorito, que é tóxico para mucosas inclusive do trato respiratório.
 
Realizar a limpeza dos veículos e bicicletas com álcool 70% ou outro desinfetante padronizado pelo serviço de saúde, principalmente das superfícies mais tocadas como bancadas, laterais, corrimãos, guidãos e quadros. Verificaremos se os estabelecimentos parceiros estarão também realizando as devidas limpezas e de acordo com a frequência exigida por este protocolo.
 
Prover e reforço da limpeza e desinfecção sempre que houver pessoas suspeitas de infecção, principalmente nas superfícies frequentemente manuseadas e mais utilizadas por ele.
 
Higienização de equipamentos, objetos, roupas e veículos
 
A higienização de roupas, objetos, equipamentos, alimentos e veículos merece muita atenção na operação das atividades de turismo de natureza. Teremos um responsável indicado exclusivamente para essas tarefas.
 
A pessoa responsável pela higienização dos equipamentos, utilizará EPI’s como forma de barreira contra a contaminação do colaborador: usará luvas (as luvas recomendadas para uso na unidade de processamento dos equipamentos são as de borracha, reutilizáveis e de cano longo.
 
A limpeza e desinfecção será realizada conforme a norma da ANVISA: Segurança do paciente em serviços de saúde: limpeza e desinfecção de superfícies.
 
Realizaremos a entrega de equipamentos seja feita em kits individuais para cada cliente, embalados individualmente e devidamente higienizados.
 
O armazenamento de equipamentos será em local limpo, livre de humidade e arejado.
 
Os equipamentos serão manuseados somente quando necessário e com prévia higienização das mãos.
 
Os equipamentos (capacetes, luvas, óculos, etc) poderão ser reutilizados mesmo molhados desde que tenham sido higienizados.
 
É de responsabilidade dos colaboradores a lavagem diária dos uniformes após o uso. Os EPIs poderão ser lavados ou desinfetados.
 
Quem manipula os equipamentos para a higienização usará EPI’s apropriados (ex. luvas de látex, viseira, máscara, avental, touca, botas, etc). Limpeza e desinfecção das superfícies internas do veículo após a realização do transporte.
 
Realização da limpeza constante dos veículos, em especial a higienização de: maçanetas, cintos de segurança e bancos.
 
Orientação aos clientes quanto a levarem garrafas reutilizáveis para água. Evitar o uso de copos e outros utensílios descartáveis.
 
No fornecimento de lanche e/ou alimentação pela empresa, serão seguidos os procedimentos apropriados segundo as Boas Práticas de Manipulação de Alimentos (resolução ANVISA no 216/04) e recomendações cabíveis.
 
Descartar os EPI’s e utensílios descartáveis em recipientes específicos e devidamente sinalizados como “material infectante”.
 
Para o recolhimento dos resíduos, o profissional responsável utilizará os EPI’s adequados, como aventais não permeáveis, luvas, óculos de proteção e máscaras, evitando que os sacos se encostem ao corpo do profissional ou que sejam arrastados pelo piso.
 
Recolheremos sacos para resíduos dos recipientes próprios com fecho ou fechados quando 80% de sua capacidade estiverem preenchidos ou sempre que necessário, evitando coroamento ou transborde. Nesse caso, uma frequência de recolhimento será estabelecida, de acordo com o volume de detritos gerado.
 
MEDIDAS DE HIGIENE PESSOAL PARA COLABORADORES
 
A empresa deve garantirá proteção aos profissionais atuantes no atendimento. Nesse caso observaremos:
 
Disponibilização de colaboradores capacitadaos (próprios ou terceirizados) para a prevenção da transmissão de agentes infecciosos sobre o uso correto e seguro dos EPI’s, segundo orientação da ANVISA.
 
Realização da higienização das mãos frequentemente com água e sabão, durante pelo menos 20 segundos ou usar desinfetante para as mãos que tenha pelo menos 70% de álcool, cobrindo todas as superfícies das mãos e esfregando-as até ficarem secas, principalmente antes e depois do atendimento de cada cliente, após uso do banheiro, após entrar em contato com superfícies de uso comum como balcões, corrimãos, teclados, identificação de clientes, cartões de créditos, etc..
 
Instruir quanto a etiqueta respiratória: tossir ou espirrar para o antebraço flexionado/curvado (sobre o rosto na altura do cotovelo) ou usar lenço de papel, que depois deve ser imediatamente descartado no lixo; higienizar as mãos sempre após tossir ou espirrar e depois de se assoar.
 
Recomendar o uso de máscaras por 100% dos colaboradores durante todo o período de trabalho pelo período constante de até 2 horas, inclusive durante a prática de atividades molhadas (no caso de visitações a rios e cachoeiras, por exemplo).
 
Orientar para que os funcionários não compartilhem comida, protetor solar, utensílios, copos, talheres e toalhas. Sugere-se eliminar ou restringir o compartilhamento de itens como canetas, pranchetas, telefones, computadores, máquinas de cartão de crédito, etc.
 
Orientar que funcionários que evitem tocar olhos, nariz e boca com as mãos não higienizadas.
 
No caso de instrutores, condutores, monitores e toda e qualquer pessoa da equipe de colaboradores que, porventura, necessitarem fazer contato físico com os participantes deverão lavar ou higienizar as mãos antes e após procedimentos de colocação de equipamentos de segurança inerentes à atividade contratada.
 
Em caso de acidentes com clientes, quando houver risco de exposição do profissional a respingos de sangue, secreções corporais, excreções, etc., recomenda-se fazer uso minimamente de luvas, e óculos de proteção ou protetores faciais (que cubra a frente e os lados do rosto).
 
Antes mesmo de efetuar a reserva informaremos aos nossos clientes sobre novos procedimentos de saúde adotados como medidas de segurança pela empresa (preferencialmente em suporte digital/online: via site, redes sociais, telefone, mensagem, documento sobre informações para participantes/termo de conhecimento de risco – ABNT NBR ISO 21103 - Informações para Participantes, etc). Esclarecendo que no caso de qualquer sintoma de infecção respiratória (por exemplo, tosse, coriza, dificuldade para respirar) que o cliente suspenda a reserva para evitar colocar outras pessoas em risco. Adotaremos procedimentos de adiamento/cancelamento de reserva conforme a situação e legislações aplicáveis.
 
Por meio de um termo de conhecimento de risco, solicitaremos ao cliente, além das informações relativas a prática da atividade, sua condição e estado de saúde, indicando se teve ou está com febre, falta de ar, sintomas de gripe ou algum outro sintoma ligado à COVID-19. Essa informação pode estar contemplada no documento sobre as informações para os participantes (ABNT NBR ISO 21103 - Informações para Participantes).
 
Na recepção orientaremos os clientes (briefing, cartaz) sobre os novos procedimentos de segurança adotados na empresa. As informações compreendem, por exemplo, o uso de máscara pessoal; não usar acessórios (brincos, relógios, pulseiras, anéis, etc.); cumprimentar à distância; lavar as mãos com água e sabão ao chegar; respeitar o distanciamento de 1,5m entre as pessoas (clientes e colaboradores); informar se estão com sintomas de infecção respiratória; não tocar as mãos no rosto (olhos, nariz e boca) sem higienizá-las; não compartilhar objetos (copos/garrafas de água e talheres, óculos, telefones, toalhas, canetas, protetor solar), ou equipamentos (ex. snorkel, capacete, coletes salva-vidas, luvas, etc.) sem estarem higienizados.

VOCÊ TAMBÉM VAI CURTIR