Pisa Trekking Aventura Levada a Sério

Chapada Diamantina - Trekking no Vale do Pati

Cód.Roteiro:34

EXPERIÊNCIAS:

  • Trekking

    Trekking

  • |
  • Parques Nacionais

    Parques Nacionais

  • |
8 DIAS E 7 NOITES

Nível de dificuldade:

Valor a partir de:

R$ 2.990,00

Terrestre

A Travessia do Vale do Pati é considerada por muitos o trekking mais bonito do Brasil. Se você gosta de uma boa caminhada este trekking irá marcar sua vida. As experiências vividas durante estes 8 dias são únicas e com certeza não sairão da sua memória. Nos sentimos pequenos diante da grandeza e beleza das paisagens. A simplicidade da vida dos moradores do Pati nos faz refletir os significados da vida. Este é o roteiro mais antigo da Chapada Diamantina, foi desenvolvido há 20 anos por nosso parceiro local que tem uma paixão por esse lugar que faz a diferença na qualidade dos serviços. Foi ele quem fortaleceu os serviços nas casas dos moradores nativos, tornando possível outra fonte de renda para a comunidade que era dependente do cultivo do café até a criação do Parque Nacional. Pergunte para o Sr. Wilson, que ele conta direitinho essa história. Este roteiro é ideal para quem gosta de grandes caminhadas de dia inteiro, aventura e lindas paisagens. Sinta essa emoção e contemple as paisagens únicas e mais bonitas da Chapada Diamantina.

Pontos de Interesse

- Percorrer uma das mais lindas travessias do Brasil;
- Pernoitar por 4 noites em casas de moradores locais, conhecendo sua cultura e seus costumes;
- Participar de uma viagem rica em natureza, esporte e cultura. Uma aventura completa;
- Conhecer a segunda maior cachoeira do Brasil, a Fumaça com 380m de altura;
- Esta viagem é um dos principais exemplos de turismo sustentável do Brasil, com ela muitos moradores já têm uma vida melhor, aumentaram suas casas e hoje vivem com tranquilidade no vale;
- Contratamos apenas guias locais, gerando renda para a comunidade;
- Dormimos por 4 noites em 3 casas diferentes, levando oportunidade de renda para várias famílias;
- Almoçamos em diversas casas pelo caminho e incentivamos o empreendedorismo.

Sobre a Trilha

Este roteiro é indicado para pessoas que praticam atividade física regularmente, que já tiveram alguma experiência em caminhadas de longo curso e que desejam explorar as mais belas paisagens da Chapada Diamantina com as próprias pernas. As caminhadas são consideradas intensas, pois são repleta de subidas e descidas íngremes, travessias de rios, trechos com pedras soltas e terrenos irregulares. Alguns dias com caminhadas longas, de dia inteiro. Os pernoites durante o trekking no Vale do Pati são feitos em casas de nativos, que oferecem quartos e banheiros coletivos e deliciosas refeições típicas, sempre muito elogiadas. Este roteiro não é indicado para pessoas sedentárias ou inexperientes em longas caminhadas.

Dia a Dia

1° Dia - ORIGEM / SALVADOR / LENÇÓIS / MORRO DO PAI INÁCIO / VALE DO CAPÃO

Opção Rodoviária: Apresentação no aeroporto para embarque com destino a Salvador. Transfer até a rodoviária de Salvador(não incluso) para embarque com destino a cidade de Lençóis com a Cia Real Expresso. Recepção na rodoviária e traslado. 
 
Opção Aérea: Apresentação no aeroporto para embarque com destino a Salvador. Chegada em Salvador e embarque no Vôo da Azul com destino a Lençóis. Recepção no aeroporto e traslado. 
 
Em horário combinado com o guia, sairemos para contemplar o pôr do sol em cima do Morro do Pai Inácio (1,5 km de caminhada), um dos cartões postais da Chapada Diamantina. Em seguida traslado para o Vale do Capão e pernoite. (Essa atividade pode ser remanejada de acordo com os horários de chegada do grupo em Lençóis).
 
Sem alimentação inclusa;
Pernoite no Vale do Capão.


2° Dia - CACHOEIRA DA FUMAÇA (11 km)

Após café da manhã, transfer até a base da trilha da "Cachoeira da Fumaça" com seus impressionantes 380m de queda livre, a segunda maior cachoeira do Brasil, passando pela cidade de Palmeiras. Lanche no local e retorno para o Vale do Capão e traslado para o Guiné. Acomodação na Pousada.
 
Café da manhã, lanche de trilha e jantar;
Pernoite no Povoado do Guiné.


3° Dia - PARQUE NACIONAL/ SERRA DO ESBARRANCADO / VALE DO PATI / GERAIS DO RIO PRETO (15 Km)

Após o café da manhã saída para iniciarmos o trekking mais bonito do Brasil. Traslado do Guiné até o Beco contornando o lado sudoeste do Parque Nacional, passando pela Serra do Esbarrancado e pelo Vale que a Coluna Prestes foi emboscada pela segunda vez. Vamos caminhar para o Vale do Pati, passando pelos belíssimos Gerais do Rio Preto, lanche com vista privilegiada. Ao final da tarde, chegaremos à casa do Sr. Wilson para jantar e pernoite.

Café da manhã, lanche de trilha e jantar;
Pernoite em quarto coletivo na casa de nativos.


4° Dia - CACHOEIRA DO FUNIL / MORRO DO CASTELO (14 Km)

Após o café, iremos visitar as cachoeiras do Funil e do Lajedo. Lanche no local, depois fará a "escalaminhada" do Morro do Castelo. No alto do morro contemplaremos o visual, atravessaremos a gruta que tem formação de quartzito, retorno para a casa de Dona Lé para jantar e pernoite.
 
Café da manhã, lanche de trilha e jantar;
Pernoite em quarto coletivo na casa de nativos.


5° Dia - VALE DO CACHOEIRÃO (12 Km)

Após o café da manhã, saída para a próxima etapa da nossa travessia. Seguiremos caminhando pelo Vale do Pati até a casa do Sr. Jóia e Lêu, próximo ao Vale do Cachoeirão. Acomodação, jantar caseiro e pernoite.
 
Café da manhã, lanche de trilha e jantar;
Pernoite em quarto coletivo na casa de nativos.


6° Dia - CACHOEIRÃO POR BAIXO (16 Km)

Após o café, um dia inteiro dedicado ao Cachoeirão por baixo. Caminhada pelas pedras gigantes do leito do rio e, depois de muito esforço e equilibrio, chegaremos ao fim do Vale para contemplarmos suas 3 quedas perenes, tendo a maior delas uma altura de 300m! Banhos revigorantes, lanches no local e retorno para a próxima casa de nativo para nosso último pernoite no Vale.
 
Café da manhã, lanche de trilha e jantar;
Pernoite em quarto coletivo na casa de nativos.


7° Dia - VALE DO PATI / CÂNION DO PARAGUASSÚ / ANDARAÍ / LENÇÓIS (18 Km)

Dia de acordarmos bem cedo e começamos a caminhar para cumprirmos nossa última etapa do trekking pelo Vale do Pati. Faremos a saída do vale por uma rota exclusiva, onde iremos percorrer o vale do pati até o seu final, onde encontraremos o cânion do Paraguassú. Chegada em Andaraí e transfer Lençóis.
 
Café da manhã e lanche de trilha;
Pernoite em Lençóis.


8° Dia – LENÇOIS / SALVADOR / ORIGEM

Café da manhã. Certificação. Manhã Livre. Em horário combinado, transfer para a rodoviária ou aeroporto.
 
Café da manhã incluso;
Sem pernoite incluso.
 
*A programação acima poderá sofrer modificações devido a fatores climáticos, de acesso ou que possam interferir na segurança dos participantes.


Datas e Preços

Calendário

Datas

Status

A Partir de

31/03/2019

Saída Garantida

R$ 2.990,00
Terrestre

28/04/2019

Saída Garantida

R$ 2.990,00
Terrestre

26/05/2019

Saída Garantida

R$ 2.990,00
Terrestre

30/06/2019

Há Vagas

R$ 3.820,00
terrestre

07/07/2019

Saída Garantida

R$ 2.990,00
Terrestre

14/07/2019

Há Vagas

R$ 3.820,00
terrestre

21/07/2019

Há Vagas

R$ 3.820,00
terrestre

28/07/2019

Há Vagas

R$ 3.820,00
terrestre

11/08/2019

Saída Garantida

R$ 2.990,00
Terrestre

01/09/2019

Saída Garantida

R$ 2.990,00
Terrestre

13/10/2019

Saída Garantida

R$ 2.990,00
Terrestre

PREÇO POR PESSOA - PROMOCIONAL - SOMENTE TERRESTRE - EM R$

CATEGORIA

HOSPEDAGEM

SGL

DBL

TPL

Econômica

Vale do Capão - Pousada Pé no Mato (chalé) ou similar
Guiné - Pousada Beco do Guiné ou similar
Vale do Pati - Casa de nativos
Lençóis - Pousada Pouso da Trilha (viajante) ou similar

3.240

2.990

2.950

Superior

Vale do Capão - Pousada do Capão (capão da vista) ou similar
Guiné - Pousada do Beco Guiné ou similar
Vale do Pati - Casa de nativos
Lençóis - Hotel Canto das Águas (Canto do Rio) ou similar

3.840

3.320

3.230

Valores válidos a partir de 1 pessoa apenas para as saídas nas datas: 31/03, 28/04, 26/05, 7/07, 11/08, 1/09 e 13/10.

PREÇO POR PESSOA - SOMENTE TERRESTRE - EM R$

CATEGORIA

HOSPEDAGEM

SGL

DBL

TPL

Econômica

Vale do Capão - Pousada Pé no Mato(suíte c/ varanda) ou similar
Guiné - Pousada Beco do Guiné ou similar
Lençóis - Pousada Pouso da Trilha(viajante) ou similar
Vale do Pati - Casa de nativos

4.060

3.820

3.070

Superior

Vale do Capão - Pousada do Capão ou similar
Guiné - Pousada do Beco Guiné ou similar
Lençóis - Hotel Canto das Águas(Canto do Rio) ou similar
Vale do Pati - Casa de nativos

4.790

4.190

3.400

Valores válidos para saídas a partir de 2 pessoas, de 4 de janeiro a 15 de dezembro de 2019. Exceto feriados.
 
Valor adicional para saída com 1 pessoa: R$ 1.000,00.
 
Consulte valores especiais para grupos com 4 ou mais pessoas.

transportes salvador / lençóis / salvador - valores por pessoa em r$

Cia

Horários de Saída

Valor a partir de

Real Expresso

SSA / LEC 07h00, 13h00, 16h30, 23h00
LEC / SSA 07h30, 13h15, 15h00, 23h30

170

Transfer in e out em Salvador (por pessoa)

Horários conjugados com ônibus

200

Azul Linhas Aéreas

Saída às quintas e domingos:
SSA / LEC 12h55 / 14h05
LEC / SSA 14h30 / 15h30

Sob consulta

Valores válidos para grupo mínimo de 2 clientes.

adicional aéreo - são paulo x salvador x são paulo - valores em r$

Cia. Aérea

Valor a partir de

Gol / Latam / Azul

Sob consulta

Informações gerais:
* O roteiro está sujeito à confirmação quanto à disponibilidade de vagas de todos os serviços locais e poderá sofrer reajustes de valores na parte aérea ou terrestre. Confirmar o valor do pacote com seu agente de viagens.
* A programação acima poderá sofrer modificações devido a fatores climáticos, de acesso ou que possam interferir na segurança dos participantes.
* Os valores citados nas tabelas acima estão sujeitos a alterações e disponibilidade no ato da reserva.
* Consulte-nos para outras opções de hospedagens.
* Menores desacompanhados terão que apresentar carta dos pais feita em próprio punho e com firma reconhecida em cartório.
* As tarifas das Cias. Aéreas estão sujeitas a constantes mudanças, por ser essa uma estratégia do mercado. Certifique-se no dia do pagamento do seu pacote, se a tarifa informada pode ser confirmada. Somente a emissão do bilhete, garante a tarifa.
 
Formas de pagamento:
 
Cheque
6x sem juros em cheques pré-datados.
5x sem juros até 30 dias antes do embarque.
(30% na 1ª parcela e o restante em parcelas de igual valor).
* Aceitamos somente cheque do próprio viajante.
 
Cartão
Visa, American Express e Mastercard - Entrada + 3x sem juros.
(Entrada de 30% em cheque ou depósito e o restante em até 3x iguais no cartão).
*** para clientes estrangeiros, consultar condições de pagamento.
*** for foreign clients consult payment rules.
 
Cancelamentos
Em caso de cancelamento por parte do cliente, serão abatidos os valores referentes à taxa administrativa e a multa de cancelamento da companhia aérea, e sobre o valor restante pago incidirão as seguintes taxas de cancelamento que serão rigorosamente cobradas:
 
Parte terrestre
Cancelamento até 30 dias do início da viagem: multa de 10% do valor total;
Cancelamento entre 29 e 21 dias do início da viagem: multa de 20% do valor total;
Cancelamentos com 20 ou menos dias do inicio da viagem: percentuais superiores aos acima referidos, desde que correspondentes a gastos efetivamente comprovados pela agência perante a EMBRATUR, efetuados em decorrência da desistência do usuário.
 
Parte aérea: Taxa ou multa de cancelamento cobrada pelas Companhias Aéreas para os bilhetes em questão.
 
 

O que está Incluso

Inclui
- Transporte terrestre em veículos próprios e fretados a partir de Lençóis;
- 1 pernoite no Vale do Capão c/ café da manhã e lanche de trilha;
- 1 pernoites no Povoado do Guiné c/ café da manhã;
- 1 pernoites em Lençóis c/ café da manhã;
- 4 pernoites em casa de nativos durante o trekking;
- Passeios citados no roteiro;
- Guia local especialista na região;
- Carregador (8kg por pessoa);
- Taxas de acesso;
- Seguro viagem;
- Brindes especiais Pisa Trekking.
 
Não inclui
- Passagem aérea Origem / Salvador / Origem;
- Transfer in / out em Salvador;
- Ticket da Real Expresso Salvador / Lençóis / Salvador;
- Passagem aérea Salvador / Lençóis / Salvador;
- Bebidas;
- Jantares;
- Despesas de caráter pessoal.

Checklist

- Mochila cargueira de, no mínimo, 40 litros;
- Mochila de ataque de 20 litros;
- Bota ou tênis de caminhada com solado aderente e pré-amaciado;
- 1 par de chinelo / papete / crocs;
- 1 calça ou bermuda de lycra (opcional);
- 1 calça-bermuda;
- 1 bermuda / shorts;
- 1 blusa tipo fleece;
- 3 camisetas de manga curta (de preferência tecido dry-fit);
- 1 camiseta manga comprida (para proteger do sol);
- 3 ou mais meias confortáveis para caminhada;
- Roupas de banho - banhos de rio ou cachoeira todos os dias;
- Headlamp (lanterna de cabeça) ou de mão com pilhas reservas;
- Anorak - corta vento e impermeável;
- Óculos escuros, boné ou chapéu;
- Protetor solar para rosto e lábios;
- 1 cantil;
- Repelente;
- Câmera fotográfica;
- Bastão de caminhada (opcional);
- Medicamentos particulares.
 
* Evite malas de rodinha e bagagem excessiva.

Informações Importantes

** O ROTEIRO PODERÁ SER ALTERADO DE ACORDO COM CONDIÇÕES CLIMÁTICAS E/OU POR MOTIVOS ALHEIOS A NOSSA VONTADE **
 
Informações Mínimas Preliminares a Clientes (ABNT NBR 15286)
 
Nome do Roteiro / Produto: Trekking no Vale do Pati.
 
Duração do Roteiro: 8 dias / 7 noites.
 
Atividades envolvidas: Caminhada de longo curso.
 
Descrição prévia do local: 
Clima – semiárido e tropical de altitude, com média anual variando de 15ºC a 30ºC. 
Relevo – Vales estreitos e profundos, serras, planaltos e altitude máxima de 1.500m (alto do Morro do Castelo).
Regime de chuvas – Índice pluviométrico médio de 220 mm anualmente, com longas estiagens e média da umidade relativa do ar em 40%.
Vegetação – Floresta Pluvial Submontana até 500 metros de altitude / Floresta Montana de 500 a 1.500 metros de altitude / Floresta Pluvial Alto-montana até 1.500 metros de altitude / Campo de Altitude e Campo Rupestre entre 800 e 1.500 metros de altitude/ Caatinga e Cerrado entre 300 e 800 metros de altitude. 
Fauna – sagüi, macaco-prego, barbado, muriqui, raposa, guaxinim, papa-mel, suçuarana, jaguatirica, onça preta e pintada, gato-maracajá, quati, caxinguelê, cutia, paca, tamanduá-mirim, queixada, tatu, pica-paus, gaviões, canário da terra, melro, pintassilgo, coleiro, trinca-ferro, pichochó, tiê-sangue, tizil, tico-tico, bem-te-vi, curió, rolinha, currupião, cancão-de-fogo (são cerca de 350 espécies de pássaros catalogados), sapo-intanha, perereca-masurpial, perereca-verde, sapo-martelo, pererequinha, sapo-boi (diversas espécies de batráquios), teiú, cobra-cipó, jararacussu, jararaca, coral-verdadeira, coral-falsa, caninana, cobra-verde, cobra-preta, jibóia, sucuri, cágados e jabutis. Além de uma infinidade de insetos.
 
Número mínimo por grupo: 1.
 
Público específico: praticantes de Trekking, esportistas e amantes da natureza.
 
Acomodação: pousada e casas de nativos da região.
 
Alimentação:
Café da manhã – típico, com sucos e frutas da época e itens regionais diversos.
Lanche de trilha –02 sanduíches naturais, 500ml de suco, fruta da época, 01 ovo cozido, 01 pacotinho de granola, 02 melzinhos, 01 chocolate.
Jantar – pratos quentes regionais e sobremesa. 
Há opções para vegetarianos.
 
Equipamentos: cordas de segurança para travessias de pontos de risco, rádios de comunicação entre a equipe, celulares e kit de primeiros-socorros.
 
Experiência prévia ou pré-requisitos para realizar a atividade: já ter praticado outras caminhadas de longa duração.
 
Condicionamento físico necessário: praticante de atividade física aeróbica regular.
 
Restrições médicas: pessoas com problemas crônicos no joelho e pessoas não habituadas a esforço físico. Pessoas alérgicas a picadas de insetos deverão ter cuidado, sempre utilizar repelente e levar remédio antialérgico pessoal. Pessoas com problemas cardíacos deverão ter autorização do médico responsável e portar os medicamentos necessários para a prática de exercícios físicos.
 
Disponibilidade de atendimento de emergência: o Parque Nacional da Chapada Diamantina conta com uma Santa Casa de Misericórdia em Andaraí e um Posto de Saúde no Guiné (apenas atendimento de emergência). Para a remoção é utilizado a Associação de Moradores do Vale do Pati. 
 
Facilidade para crianças, idosos e portadores de necessidades especiais: mulas de cela dos moradores do Guiné, Vale do Pati e Vale do Capão.
 
Condicionantes para a realização da atividade: não há.
 
Existência de regras de visitação: todas as normas de visitação estipuladas pelo Parque Nacional da Chapada Diamantina são repassadas pelo guia no começo do roteiro.
 
Práticas de conduta consciente em ambientes naturais: antes do início da caminhada no primeiro dia, o grupo recebe informações sobre o modo de se comportar na trilha e todo o lixo gerado pelos participantes é retirado do parque e retorna para a cidade de origem.
 
Dados solicitados aos clientes para efetuar reserva: Nome / CPF / RG / Telefone do pax / Telefone de emergência / Data de Nascimento / Nacionalidade / Termo de responsabilidade / Ficha médica.
 
Existência de Termo de Responsabilidade: sim.
 
Grau de dificuldade: radical – trilha aberta, com subidas e descidas íngremes, com trechos em rochas escorregadios. Travessia em montanha com trechos de “escalaminhada”. 
 
Acesso a eletricidade: sim. Nas casas de nativos tem somente energia solar para uso nas necessidades básicas domésticas.
 
Sinal de telefone celular: não.
 
Outros: a cidade de Palmeiras possui posto de saúde e Andaraí conta com uma Santa Casa. As casas dos moradores durante o trekking, não possuem luz elétrica e os pernoites podem ser realizados em quartos coletivos dependendo do fluxo de visitantes para o local. O trekking no Vale do Pati é pensado e realizado visando à segurança e satisfação dos passageiros. A experiência e conhecimento da equipe de guias nas trilhas percorridas durante o trekking minimizam eventuais riscos. Todavia, em caso de necessidade o resgate será feito por guias locais qualificados com a ajuda do Corpo de Bombeiros da cidade de Lençóis. Resgates com helicópteros, quando necessários, serão solicitados a cidade de Salvador e podem demorar até 24 horas. Nossa equipe de guias para o trekking do Pati não possui telefone via satélite e não há outro meio de comunicação telefônica dentro do Vale.