Dica de viagem: Onde fica e como ir para a Chapada Diamantina?

Mesmo que pouco familiarizado com as chapadas do Brasil, você provavelmente já ouviu falar da Chapada Diamantina. A região, que ganhou nome pela abundância de diamantes, hoje é famosa por atrair turistas do mundo inteiro por suas belezas naturais. São cachoeiras, mirantes, cânions, morros, grutas e lagoas, além de uma flora de encher os olhos. Mas calma, antes de você sair afobado e comprar as passagens para o lugar errado, o Blog Vida ao Ar Livre mostra onde fica a Chapada Diamantina, e também como fazer para chegar lá!

 

Onde fica?

A Chapada Diamantina fica no estado da Bahia, 420km à oeste de Salvador. A título de comparação, pra quem consegue se perder pelas ruas da cidade de São Paulo, o Parque Nacional da Chapada Diamantina tem praticamente a mesma área, com 1.520km². A diferença é que ao invés de grandes avenidas e milhões de pessoas nas ruas, a Chapada Diamantina tem natureza a perder de vista, e a população é dividida em mais de 20 pequenos municípios.

 

A imagem pode conter: céu, ponte, árvore, atividades ao ar livre e natureza

Vista da cidade de Lençóis e da ponte sobre o rio Lençóis, que corta a cidade.

Como ir?

A porta de entrada costuma ser a cidade de Lençóis. Ela é a mais bem estruturada da região, herança da riqueza da época do garimpo, e conta com uma boa gama de serviços de hospedagem e gastronômico. De Lençóis, a menos de uma hora de carro você é capaz de chegar a alguns dos principais pontos turísticos da região, como o Poço Azul ou o Morro do Pai Inácio.

Um roteiro rápido na Chapada Diamantina tem Lençóis como a cidade básica. Nossa sugestão, se você tem pouco tempo, é o roteiro O Barato da Chapada, que tem poucas caminhadas, e visita atrativos na região de Lençóis. Para quem tem mais tempo, as opções são mais variadas. A Travessia do Vale do Pati é a travessia mais clássica do parque nacional, mas também é possível fazer um roteiro de cicloturismo na Chapada Diamantina, ou até uma viagem multiaventuras, com trekking, bike e canoagem na região de Marimbus.

Chapada Diamantina - Mapa

Normalmente, a viagem parte de Salvador por via terrestre ou aérea. De carro, o deslocamento leva cerca de cinco horas. Uma boa opção é fazer esse trecho de ônibus. Inevitavelmente, a demora é um pouco maior, mas você não precisa se preocupar com a estrada. A partir da rodoviária de Salvador há diversos horários diários de partidas para Lençóis.

Uma terceira opção é seguir de avião. Aqui, a viagem leva uma hora e todo conforto é garantido. O grande problema é a flutuação do preço das passagens. Basta uma rápida garimpada e você encontrará valores de 400 a 1.200 reais. Ainda com o agravante dos voos apenas às quintas e domingos. Por isso, programe-se com antecedência e vá rastreando os preços para poupar uma boa grana.

 

Chapada Diamantina

 

É importante ressaltar: a Chapada Diamantina é muito mais do que Lençóis. A Cachoeira da Fumaça, no Vale do Capão, e a Cachoeira do Buracão, em Ibicoara, são dois belos exemplos. Uma fica a oeste de Lençóis, e outra ao sul. Para se deslocar na Chapada Diamantina, embora não seja necessário um carro 4×4, você precisará de um carro alto e bastante paciência para cruzar as estradas de terra que levam à alguns dos pontos principais.

Por isso, quem não quiser se preocupar com nada disso, e viajar com todo o conforto, vale contratar um roteiro com uma agência especializada. Agora que você já sabe onde fica e como ir para a Chapada Diamantina, confira aqui alguns que a Pisa Trekking oferece.

 

Leia outros textos sobre a Chapada Diamantina:

 

Deixe uma resposta