O que fazer nos Lençóis Maranhenses?

Todo mundo que já ouviu falar dos Lençóis Maranhenses lembra das grandes dunas e lagoas. Mas se engana quem acha que lá só tenha isso. A região se desenvolveu, e hoje você pode descer o Rio Preguiças de boia cross e até sair com algumas noções de kitesurfing. Isso sem contar os mangues e praias que sempre estiveram nas redondezas. Pensando nisso, o Blog Vida ao Ar Livre mostra hoje o que fazer nos Lençóis Maranhenses.

 

DUNAS e LAGOAS

Sim, a região é bem diversificada, mas não tem como começar o texto por outra coisa. As dunas e lagoas são cartão-postal do Maranhão, e a alegria da família quando você estiver mostrando as fotos da viagem.

  • Barreirinhas (Grandes Lençóis):

Barreirinhas é a porta de entrada dos Lençóis Maranhenses, e é a partir dessa cidade que saem a maioria dos passeios até as dunas. São tantas opções, que fica até difícil escolher uma. As mais visitadas fazem parte do Circuito da Lagoa Azul e do Circuito da Lagoa Bonita.

Normalmente, a visita acontece naquele que estiver mais cheio d’água, dependendo da época. As lagoas que dão nome aos circuitos são algumas das mais bonitas da região. Principalmente no pôr-do-sol, quando os raios alaranjados nas dunas formam as paisagens mais bonitas dos Lençóis Maranhenses. Mas fique avisado, o que esses circuitos têm de belo, também têm de cheio. Por estarem próximos de Barreirinhas, essas lagoas são as mais procuradas pelos turistas.

Lençóis Maranhenses

 

  • Santo Amaro:

Quem prefere lagoas mais vazias, uma boa pedida é conhecer Santo Amaro. O que afugenta a maioria das pessoas é a dificuldade para se chegar lá. Como o trajeto passa por trechos de areia, é obrigatório o uso de 4×4, o que dificulta o deslocamento. Por isso, se decidir ir até Santo Amaro, passe pelo menos uma noite para aproveitar as lagoas e conseguir descansar.

Santo Amaro é um santuário natural. Lá, você encontrará tanto lagoas perenes quanto temporárias. A diferença é que nas primeiras, a água é mais escura devido a presença de algas, mas também mais fundas e repletas de peixes. A Lagoa do Murici, por exemplo, chega aos 4m de profundidade nos meses mais cheios. Já as lagoas temporárias, como a das Andorinhas e a das Gaivotas, têm águas de cores vibrantes e transparentes.

Lençóis Maranhenses - Santo Amaro

 

LANCHA e QUADRICICLO

Depois de passar pelos Grandes Lençóis, é hora de conhecer as principais cidades às margens do Rio Preguiças. Para isso, embarque numa lancha voadeira enquanto escuta as curiosidades e histórias da região, que acompanham a descida do rio. O circuito é feito em três paradas, (Vassouras, Mandacaru e Caburé), e cada uma delas têm seus atrativos. Também é possível partir de Barreirinhas de quadriciclo, e focar mais nos trechos de areia e banho.

  • Vassouras:

Aqui, você dará um pulinho nas lagoas e dunas dos Pequenos Lençóis. Mas o charme mesmo fica por conta dos macacos que aparecem para comer junto dos turistas. É cada macaco no seu galho! 🙂

Lençóis Maranhenses - Vassouras

 

  • Mandacaru:

O principal atrativo são os 160 degraus e os 35m de altura do Farol Preguiças. De cima, é possível ver o rio Vassouras à frente, o mar ao fundo, mas especialmente a pequena faixa de areia que separa água doce da salgada. E quando você já tiver gastado bem as pernas das escadas e dunas maranhenses, desfrute um pouco das feirinhas de artesanato local.

Lençóis Maranhenses - Farol Preguiças - Mandacaru

 

  • Caburé:

Agora sim, é hora de você se estirar na areia, curtir a praia de Caburé e o horizonte é o limite! Onde ela fica? Exatamente naquela faixa de areia que você viu de cima do farol.

Se você não veio de quadriciclo, aqui você também pode aproveitar a extensão da praia, alugar um e sentir aquele ventinho bom no rosto. E se você chegou de lancha e precisa retornar a Barreirinhas, alguns optam por fazer o trajeto de quadriciclo. Afinal, por que não aproveitar o melhor das duas experiências?

Lençóis Maranhenses - Praia de Caburé

 

GUARÁS e KITESURFING
  • Atins:

Se você seguir até a foz do Rio Preguiças, o Maranhão guarda mais uma peróla: Atins. No Atins o kitesurfing colore areia e mar com panos de todas as cores. Normalmente quem passa por lá para uma viagem rápida não tem tempo de aprender, mas certamente o visual das manobras complementa a sensação libertadora da região.  

Por ser uma região mais afastada do resto dos Lençóis, o Canto de Atins, que fica prá um pouco de Atins, é um paraíso isolado onde as dunas e lagoas serão literalmente suas. Aproveite para experimentar os apetitosos camarões pescados na área, e renove as energias para se preparar para o pôr-do-sol. O motivo? Além do visual maravilhoso, você pode flagrar os guarás de cor vermelha bem forte voltando para dormir nas árvores.

Lençóis Maranhenses - Revoada dos Guarás

 

BOIACROSS e SOBREVOO

Se depois de tudo isso você ainda quiser tirar uma última casquinha dos Lençóis sem muito esforço físico, é possível! No povoado Cardosa, a uma hora de Barreirinhas, você pode descer o Rio Formigas de boiacross.

Caso prefira as alturas, recomendamos fortemente o sobrevoo pelos Lençóis. São tantas as dunas e lagoas que, com certeza, de lá de cima mesmo você irá querer remarcar a volta para conhecer as que deixou passar. E uma dica, se conseguir, faça esse sobrevoo no começo ou final do dia, e veja as pinturas expressionistas que as sombras fazem na areia.

Lençóis Maranhenses - Sobrevoo

 

TRAVESSIA dos LENÇÓIS

Se você tem receio de ter que conhecer tudo muito rápido, uma opção é fazer todo o trajeto de trekking. E o melhor: conhecer regiões ainda menos exploradas, como Baixa Grande e Queimada dos Britos, que os mais conhecidos dizem ser as partes mais bonitas do Maranhão.

A travessia leva de quatro a cinco dias, e depende muito do pique dos viajantes. Mesmo os trechos planos de areia são muito mais penosos do que andar numa subida de asfalto. E atenção, lá é tão isolado que para descansar você terá que se acostumar a dormir na rede, As hospedagens são nas casas dos moradores locais. Bem simples, é verdade, mas com certeza essa viagem será uma experiência inesquecível.

Lençóis Maranhenses - Travessia dos Lençóis Maranhenses

Confira aqui os pacotes personalizados que a Pisa Trekking oferece e veja o que fazer nos Lençóis Maranhenses. Em cada um deles, você conhece um pedaço diferente da região, o que é motivo mais do que suficiente para visitar várias vezes essa joia do nosso Nordeste. Se, ainda assim essa infinidade de atrativos não é suficiente para você, conheça a Rota das Emoções. Um roteiro com o melhor da costa do Maranhão, Piauí e Ceará, para você se encantar com as paisagens do litoral brasileiro.

 

Leia outros textos sobre os Lençóis Maranhenses:

  • Quando ir para os Lençóis Maranhenses?

Deixe uma resposta