El Mirador: a nova sensação para quem vai viajar para a Guatemala

Sempre quando falamos de cidades perdidas pré-colombianas, a primeira que vem em mente é Machu Picchu. Os incas foram de fato incríveis, mas se você já conhece o Peru ou quer fazer uma viagem menos pop, sua próxima parada deve ser a Guatemala. Desde tempos remotos, viviam por lá os maias. Ambas as civilizações praticamente desapareceram após a chegada dos europeus, mas deixaram registros de suas culturas, que não podiam ser mais singulares. No texto de hoje, o Blog Vida ao Ar Livre traçará um paralelo entre o que as duas regiões tem para oferecer, e porque você deveria viajar para a Guatemala.

 

História

Os incas dominaram a América do Sul entre os séculos XII e XVI, enquanto a civilização maia é uma das mais antigas da América. Acredita-se que ela tenha surgido antes de Cristo, e que quando os espanhóis chegaram por aqui os maias já vinham desaparecendo a um tempo. Ainda assim, tanto no Peru quanto na Guatemala ainda é possível presenciar costumes dos ancestrais, nas vestimentas, na organização social das comunidades e até na língua. No Peru, o Quéchua ainda é muito ouvido em conversas pelas ruas. E a língua maia é falada atualmente por quase 800.000 pessoas, de acordo com o censo de 2010.

Incas e maias também eram muito adeptos à religiosidade, construindo diversos templos em homenagem a seus deuses. Vários deles ruíram com o tempo ou foram destruídos pelos europeus, mas os que permanecem de pé até hoje nos dão ideia da grandiosidade dessas civilizações, como é o caso de Machu Picchu, no Peru, e El Mirador, na Guatemala.

viajar para a Guatemala

 

As cidades-perdidas (El Mirador X Machu Picchu)

Incas ou maias, vários são os sítios arqueológicos. Alguns são de mais fácil acesso, como o de Tikal, na Guatemala. Para chegar até lá, basta uma viagem de 4x4 a partir da cidade de Flores, que está a uma hora de avião da capital. Existem também aquelas que você encontra a caminho de outro destino, como é o caso das ruínas de Ollantaytambo, na rota para Machu Picchu.

Mas algumas ruínas já não são tão acessíveis assim. No meio das selvas caribenhas, ergue-se El Mirador que, pasmem, foi descoberta a menos tempo que Machu Picchu, em 1926. Descobertas arqueológicas, inclusive, mostram que o complexo foi construído muito tempo antes de Tikal e outros templos maias. E também abandonada já no século IX, quando a civilização decaía. Ou seja, é provável que El Mirador estivesse perdida até para os próprios maias.

tikal

Bem, se você conhece Machu Picchu, você sabe que é possível chegar lá por trem ou por trilhas. Em El Mirador, só é possível chegar a pé. E, diferente das montanhas, grandes altitudes e ar rarefeito, aqui o que reina é a selva. Também ao contrário do frio e do vento, as temperaturas ficam acima dos 30ºC e durante os meses chuvosos (maio à outubro), o terreno pode ficar bem lamacento. Aliás, estamos falando de uma vegetação densa, então esqueça do celular e da internet, e invista em bons papos nos acampamentos do trekking. Tudo isso faz parte da experiência!

Quem estiver disposto a passar por isso poderá assistir ao pôr-do-sol mais lindo da vida. De cima de El Tigre, uma das pirâmides mais altas da América (60m), o sol se esconde ao fundo em um infinito horizonte de árvores. Outro privilégio é poder dividir este grande complexo com pesquisadores e arqueólogos que ainda escavam os mistérios maias. Uma realidade bastante diferente de Machu Picchu, que só de turistas recebe mais de 5.000 pessoas por dia. Não será um caminho fácil, com 40km de ida, e 40 de volta, mas é importante para que sua mente chegue em El Mirador praticamente em sinergia com a história e mística nativa. Pois imagine, se hoje é difícil seguir esse caminho, pense como deveria ser alguns séculos atrás?

 

 

Mas fique tranquilo, você terá todo o tempo do mundo para descansar. Afinal, serão 5 dias de trilha com paradas em El Tintal e La Muerta, dois outros sítios arqueológicos tão escondidos quanto. E aliás, sempre com o apoio e experiência de guias locais. E para os clientes Pisa, um segundo guia local para garantir que tudo corra com muita segurança e conforto. Confira nossos pacotes, como o trekking para El Mirador, e desbrave o mundo maia! E se você ainda não foi para o Peru, conheça aqui os roteiros para Machu Picchu. Converse com nossos atendentes e entenda o por quê você deve viajar para a Guatemala.

CONHEÇA NOSSOS ROTEIROS!

viajar para a guatemala
viajar para a guatemala

Assine nossa newsletter e receba nossos roteiros e novos textos do blog

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 235 outros assinantes

Deixe uma resposta