Jordânia: Um dos melhores países para viajar em 2019

De acordo com a ONU, existem 193 países ao redor do mundo. Com tudo isso de lugar fica difícil escolher um para conhecer. Por isso, a Lonely Planet, a maior editora de guias de viagem do mundo, facilita a sua vida selecionando todo ano os melhores países para se viajar. Para 2019, a Jordânia está entre eles, e nós do Blog Vida ao Ar Livre explicamos o porquê.

O que fazer na Jordânia?

A Jordânia como destino turístico pode nunca ter passado pela sua cabeça, mas saiba que ela é mais conhecida do que você pensa. Só faltou você ligar os pontos. Por quê?

Pois bem, já ouviu falar do Mar Morto, aquele que é impossível afundar pela alta concentração de sal na água? Lembra do terceiro filme do Indiana Jones, quando os aventureiros entram num grande edifício de pedra: a Câmara do Tesouro, em Petra. Ou quem sabe os mais cinéfilos que assistiram a Lawrence da Arábia ou Perdido em Marte, e se recordam da superfície “lunar” repleta de areia colorida: o Wadi Rum. Se você se recorda disso tudo, precisamos lhe dizer: você conhece a Jordânia e não sabia!

  • Petra:

Para começar bem, não dá para começar com outra coisa. Eleita uma das sete maravilhas do mundo moderno, Petra é um museu arquitetônico encravado em pedra. Na Antiguidade, a cidade dos nabateus era importante rota de comércio e, por isso, a região tinha dinheiro para construir a Câmara do Tesouro e outros monastérios, tumbas e teatros.

Mas mesmo antes da Câmara e dos vários camelos que estarão por ali, o caminho pelo desfiladeiro Al-Siq já impressiona. São 1,2km de trecho estreito que manteve a cidade escondida nos anos em que foi abandonada. Conforme entramos, o cânion vai se abrindo e quando menos se espera, damos de cara com o grande edifício na rocha.

Petra - Jordânia

Conheça Petra nesse roteiro de sete dias pela Jordânia.

  • Jerash:

Petra terminou com um terremoto, mas parte do declínio se deve a dominação romana séculos antes. Essa influência pode ser vista também em Jerash, no norte da Jordânia. Colunas, arcos, templos, teatros, pontes, fontes, um hipódromo e um fórum compõem as ruínas romanas mais bem preservadas até hoje. E olha que os pilares carregam mais de três mil anos de história.

Jerash - Jordânia

Explore cada canto de Jerash nesse roteiro.

  • Castelos do Deserto:

Mas é em meio ao deserto que surgem algumas das construções mais instigantes. Quatro castelos do século VII que até hoje não se sabe exatamente a real função. De caravanas a centros comerciais, fortalezas a agricultura, sabemos apenas que eles estão de pé. Construídos pelo califado islâmico Omíada, as construções Qusayr Amra e Qasr Azraq são as duas mais famosas.

A primeira por ser a mais bem preservada, com afrescos de monarcas estrangeiros, dançarinas semi-nuas e animais tocando instrumentos. Sim, se você já achou tudo isso muito louco para os dogmas muçulmanos, vale lembrar que nessa época era proibido fazer qualquer representação de seres vivos.

Já Qasr Azraq se destaca pelas pedras mais escuras de basalto, ao contrário das amarronzadas dos demais castelos. Também foi aqui um dos lugares mais emblemáticos onde Lawrence da Arábia se instalou. Segundo seus escritos, a porta era feita de uma única pedra e “fechava com um tal estrondo e choque que fazia tremer toda a muralha oeste”.

Castelo de Deserto - Jordânia

Qasr Kharana

Conheça todos os Castelos do Deserto nesse roteiro.

  • Deserto de Wadi Rum:

Depois de tantas ruínas, prontos para um dia de beduíno ou, pelo menos, conhecer o deserto como um? Dos camelos e tendas em que vivem, subiremos em 4x4 para aproveitar a velocidade para nos refrescar. No caminho, além de dunas, cânions e locais com gravuras rupestres, conheceremos a fotogênica ponte de pedra Burdah Rock e as inusitadas sete pontas da montanha Sete Pilares da Sabedoria.

Deserto de Wadi Rum - Jordânia

Ande pelas areias de Wadi Rum nesse roteiro.

  • Mar Morto:

E para fechar bem a viagem, por que não um mergul… quer dizer, boiadinha no Mar Morto? Que apesar do nome, nada tem de mar. Ele é um grande lago salgado que é chamado de “mar” pela concentração de sal. E bem, se você ainda não se convenceu de que esse é um dos lugares mais exóticos do mundo, saiba que as margens do lago ficam a 423m abaixo do nível do mar. O que, em outras palavras, significa que este é o ponto mais baixo da Terra. Com tanta mística, vai que você não acaba conseguindo mergulhar de fato?

Mar Morto - Jordânia

Tente afundar no Mar Morto nesse roteiro.

Por essas e outras, a Jordânia é um dos melhores países para viajar em 2019, 20, 21, e por todo sempre. É bom só avisar que como tudo aqui é bem excêntrico, é importantíssimo ter um guia que te conduza com segurança por tudo é quanto deserto que tiver. Para isso, conte com os serviços da Pisa Trekking. Especialistas em destinos do Brasil e do mundo, nós garantimos segurança e conforto durante toda a sua viagem. Confira aqui nossos pacotes para a Jordânia e tire já suas dúvidas com nossos atendentes.

 

Leia mais textos sobre as listas da Lonely Planet:

CONHEÇA NOSSOS ROTEIROS!

Assine nossa newsletter e receba nossos roteiros e novos textos do blog

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 280 outros assinantes

Deixe uma resposta