Qual roteiro escolher no Jalapão?

O Jalapão, no Tocantins, é rico em paisagens naturais. Como consequência, existem diversas maneiras de conhecê-lo. Por terra ou por água, com hospedagem em pousadas, acampamentos ou num Safári Camp, buscando aventura ou simplesmente contemplação. Tudo depende do perfil do viajante. Hoje, o Blog Vida ao Ar Livre explica as diferenças entre os principais roteiros para o Jalapão.

Jalapão 360º 

O Jalapão 360º é o roteiro ideal para quem quer conhecer os principais atrativos do Jalapão em poucos dias. Você passará pela Cachoeira do Formiga, Pedra Furada, Serra do Espírito Santo, pelas dunas e fervedouros, sendo transportado de um atrativo a outro em carros 4x4. Serão, no total, cerca de 1.000km percorridos, considerando que metade desse trajeto consiste em estradas de terra e areiões. Mas isso faz parte do charme do local.

As hospedagens são em pousadas nos vilarejos de Mateiros e Ponte Alta, sem considerar os pernoites em um hotel em Palmas no começo e final da viagem. Esses vilarejos fazem parte do Parque Estadual do Jalapão e, portanto, ainda proporcionam considerável contato com a natureza. O intuito desse roteiro, afinal, é principalmente contemplativo.

Confira aqui o roteiro Jalapão 360º.

Safári no Jalapão - O Coração do Brasil 

O Safári no Jalapão, que também tem como objetivo te apresentar os principais atrativos do parque, diferencia-se do roteiro anterior principalmente por conta da hospedagem. Esta se dá no Safári Camp, um modelo adaptado dos famosos acampamentos das savanas africanas. Ele consiste em um camping de barracas que têm camas, pia, sanitário e compartimento para guardar os seus pertences. Os chuveiros são cabines à parte, aquecidas pelo calor do sol.

Essa é a melhor maneira de garantir aconchego sem renunciar ao contato com a natureza que, pelo contrário, é exaltada. As tendas são montadas à beira do Rio Novo, o principal rio da região e considerado um dos últimos rios de água potável do mundo. À noite, você pode optar por acender as luzes de LED que decoram as barracas ou apagar tudo e apreciar as estrelas no céu. Tudo compõe uma experiência inesquecível. 

Outro diferencial desse roteiro é o caminhão adaptado que te transporta aos atrativos. Ele é equipado com um mirante que permite desfrutar das paisagens ao ar livre, para você não perder tempo nesses grandes deslocamentos! Agora, se você não tiver tempo para ficar todo esse tempo fora de casa, existe também a opção Safári Express, que dura menos dias.

Confira aqui o roteiro Safári no Jalapão, e aqui o roteiro Safári Express.

Volta ao Parque com Trilhas e Rafting

O roteiro de Volta ao Parque é indicado para aqueles que preferem um roteiro mais ativo. Aqui, você é convidado a fazer caminhadas pelos principais atrativos do Jalapão, e a praticar rafting no Rio Novo. O rafting dura cerca de 2 horas, enfrentando corredeiras de classe IV, que são intensas e poderosas. Passagens estreitas e buracos talvez exijam de você maior habilidade e precisão no manejo do seu bote.

O rafting no Rio Novo, porém, opera apenas em determinada época do ano. Nos meses de dezembro a março, devido ao período de chuvas, o percurso é mudado para o Rio Soninho, que tem águas mais calmas. As caminhadas, similarmente, também mudam durante essa época. O trekking no Cânion Encantado, por exemplo, é considerado o mais difícil, pois o seu terreno íngreme e úmido pode tirar um pouco a sua estabilidade. De dezembro a março, ele é substituído por uma visita à Lagoa do Japonês.

As hospedagens são em pousadas, sendo a principal delas o Jalapão Ecolodge: uma propriedade cujos quartos luxuosos possuem varanda que dão vista às montanhas. As demais, em São Félix do Tocantins, Mateiros e Ponte Alta, são nas pousadas Cachoeira do Jalapão, Beira da Mata e Águas do Jalapão, respectivamente. O transporte entre um atrativo e outro se dá em veículos 4x4. 

E se você tem um dia a mais disponível na sua agenda, considere o roteiro que inclui Taquaruçu, um lugarzinho no distrito de Palmas com ar bucólico e rico em cachoeiras, no início da viagem. É uma chance de relaxar antes de partir para a aventura.

Confira aqui o roteiro de Volta ao Parque com Trilhas e Rafting, e aqui o roteiro com Taquaruçu.

Travessias Jalapoeiras 

As Travessias Jalapoeiras são uma versão intensificada do roteiro anterior, em que você tem 3 dias de trekking intenso e 2 dias de rafting, ao invés de apenas um de cada. Por causa do rafting, ele não opera durante o verão. As travessias a pé são a Quilombola, dos Fervedouros e das Dunas, totalizando 51km de caminhada. No primeiro e no último dia, os nossos pernoites ocorrerão em acampamentos no Quilombo Mumbuca, onde o capim dourado, o ouro do Jalapão, é transformado em arte, e na Comunidade Rio Novo. As nossas barracas serão duplas e do tipo iglu. 

Quanto ao rafting, ou Travessia das Águas, serão 30km no total, sendo 25km percorridos já no primeiro dia. Para descansar depois de todo esse esforço físico, nós pernoitaremos na praia do Buriti, em mais outro acampamento. No dia seguinte, depois do último trecho de rafting, nós ainda faremos mais uma última trilha de 15km, para encerrarmos com chave de ouro as nossas travessias.

Aqui, as hospedagens em São Félix do Tocantins, Mateiros e no Jalapão Ecolodge se dão nas pousadas Fervedouro Bela Vista, Beira da Mata e Jalapão Ecolodge, respectivamente, e o transporte ocorre em veículos 4x4. 

Confira aqui o roteiro das Travessias Jalapoeiras.

Expedição Rafting Jalapão 

Talvez seja estranho imaginar como uma expedição de rafting possa ocorrer ao longo de dois dias. Isso faz sentido, porém, por conta da própria natureza dos rios, em que alguns trechos são mais tranquilos e parados, ao passo que outros são mais emocionantes, cheios de pedras e curvas. Em geral, os dias são divididos de forma a separar essas duas experiências. 

Na Expedição Rafting Jalapão, que só ocorre durante o inverno a fim de evitar a época de chuvas, você também conhecerá todos os principais atrativos da região, em um caminhão Magirus 4x4 adaptado com poltronas reclináveis. Mas, como o nome já indica, o foco é na experiência aquática. 

Tudo culminará na chegada à Cachoeira da Velha, com duas quedas em forma de ferradura de 10m de altura e 100m de largura. De lá, faremos uma travessia estratégica para a ilha central abaixo da cachoeira, que nos dá vista às cavernas atrás das cortinas de água. Um privilégio apenas para os participantes dessa expedição! Aqui, todos pernoites da expedição são em acampamentos.

Confira aqui o roteiro da Expedição Rafting Jalapão.

Agora que você já sabe as principais diferenças entre os roteiros do Jalapão, que tal decidir qual é o melhor para você e marcar a sua viagem? Para fazer isso, conte com os serviços da Pisa Trekking. Especialistas em ecoturismo, oferecemos várias opções de pacotes para o Jalapão. Confira todos eles aqui, tire todas as suas dúvidas com nossos atendentes e boa viagem! 

Leia mais textos sobre o Jalapão:

Conheça nossos roteiros!

Assine nossa newsletter e receba nossos roteiros e novos textos do blog

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 301 outros assinantes

Um Comentário em: “Qual roteiro escolher no Jalapão?

Deixe uma resposta