Para onde viajar em novembro?

Com um pé no começo das férias escolares, novembro é a última oportunidade de viajar sem os tumultos típicos da alta temporada. Se você quer aproveitar o que ainda resta dos preços baixos e do clima ameno, você chegou ao lugar certo! Hoje, o Blog Vida ao Ar Livre te mostra para onde viajar em novembro. 

Península Valdés

A Península Valdés, na Patagônia argentina, é ponto de congregação entre diversas espécies de animais marinhos, como pinguins, elefantes-marinhos, golfinhos e baleias. Apesar de cada um deles ter o seu próprio período de migração, existem épocas em que eles se sobrepõem. Portanto, se a sua intenção é ver o maior número de espécies diferentes possível, viajar em novembro é o que você deve fazer.

A observação da fauna local ocorre, em geral, através de passeios de barco, caiaque e snorkeling. Embora o contato físico com os animais seja restrito, ainda é possível perceber a interação que se cria entre homem e animal quando eles se aproximam de nós para brincarem e se exibirem. A Península Valdés, assim, é um verdadeiro santuário da natureza que merece ser valorizado.

Confira aqui os roteiros para a Península Valdés. 

Deserto do Atacama 

Se você pretende visitar o Deserto do Atacama, no Chile, você já deve saber que a chuva não é algo com o qual você deve se preocupar. Mas se as temperaturas ainda te deixam com um pé atrás, saiba que novembro um ótimo mês para você concretizar os seus planos: a amplitude térmica é pequena, e as temperaturas são agradáveis, chegando a uma máxima de 22ºC e mínima de 2º. 

No Deserto do Atacama está localizado um dos telescópios mais potentes do mundo, e isso não é à toa: o seu céu é um dos mais límpidos e estrelados do mundo. Sob esse cenário, estão localizados outros atrativos de seu interesse, como os vales da Lua e da Morte, regiões que mostram a variedade geológica do deserto, lagunas de sal, salares, vulcões e gêiseres. Em novembro, o número de turistas ainda é pequeno, oferecendo maior conforto para você visitar esses atrativos.

Confira aqui os roteiros para o Deserto de Atacama.

Salar de Uyuni

Fazendo fronteira com o Deserto do Atacama está a maior planície de sal do mundo: o Salar de Uyuni. Assim como no destino anterior, visitá-lo no mês de novembro é vantajoso por conta das temperaturas mais amenas, que ficam entre uma mínima de 4ºC e máxima de 20ºC. Como essa é a época de seca, você provavelmente não encontrará o efeito espelhado causado pela lâmina de água que se forma sobre o sal quando chove. Por outro lado, outras oportunidades se abrem para você.

Somente nessa época, por exemplo, é possível visitar a Ilha Incahuasi, localizada na parte central do Salar, onde crescem cactos gigantes com mais de 12 metros de altura e formações rochosas que lembram corais. No ponto mais alto da ilha, um mirante permite uma visão 360º do deserto, fazendo você perceber estar no meio do nada pode ser bastante bonito.

Confira aqui os roteiros para o Salar de Uyuni.

Mendoza

O maior atrativo de Mendoza, na Argentina, é, sem dúvida, o vinho. Apesar de ser no verão quando ocorre a colheita das uvas, em novembro as paisagens já estão verdes e atraentes, e as temperaturas estão médias. Esse mês, portanto, é uma ótima época para viajar. Afinal, vinho tem para o ano todo.

Um tour pelas bodegas de Mendoza, portanto, é o passeio indispensável para este roteiro. Lá, você aprenderá sobre os métodos de produção do vinho, desde a plantação das uvas ao armazenamento do produto final; e, claro, com oportunidade de degustá-lo depois. A região de Mendoza é, também, riquíssima em paisagens e natureza, então passeios de cicloturismo, rafting e trekking pelos seus arredores são essenciais.

Confira aqui os roteiros para Mendoza.

Índia

Viajar para a Índia pode parecer mais complicado do que viajar para a Argentina, mas o motivo que faz de novembro um bom mês para visitar esse país é simples: as temperaturas estão amenas, e as chuvas intensas causadas pelas monções dos meses anteriores já passaram. Novembro é quando começa a alta temporada de turismo na região, e a mistura de nacionalidades, unidas por um único objetivo de conhecer a cultura indiana, pode ser interessante de observar.

A Índia é o sétimo maior maior país do mundo, e você deve levar isso em conta na hora de planejar a sua viagem, porque cada região do país guarda experiências diferentes. O norte, por exemplo, é onde você encontra os Himalaias e outros atrativos culturais notáveis como o Taj Mahal. É lá, também, onde está localizada Nova Déli, capital do país, e Rishikesh, considerada a capital do yoga. Já no sul, templos hindus e comunidades como Auroville, onde não existem religião e moeda definidas, ganham o destaque. 

Confira aqui os roteiros para a Índia.

Alter do Chão 

Viajar em novembro é a melhor decisão a se tomar quando você quer conhecer Alter do Chão, o destino litorâneo paradisíaco do Pará. Nesse mês, as águas atingem o seu nível mais baixo, então as praias “aparecem”, as árvores ficam carregadas de flores e os animais saem de seus esconderijos para se reproduzirem. O clima, porém, é quente e úmido ao longo do ano inteiro.

A região ganhou o apelido de “Caribe Amazônico” por conta do esplendor de suas praias, que contam com águas doces, mornas e de cor verde-esmeralda. Mas o Alter não se resume apenas ao seu litoral. A Floresta do Tapajós é uma reserva de cerca de 600.000 hectares presente na região que abriga não só flora e fauna exuberantes, como também comunidades que vivem da utilização sustentável de seus recursos e que valem ser visitadas.

Confira aqui os roteiros para o Alter do Chão.

Itacaré

Se você acha que a melhor época para viajar para a praia é quando o calor está no máximo, conheça Itacaré. Situada no litoral sul de Salvador, esse é um destino que se beneficia das altas temperaturas de novembro, que podem chegar a oscilar entre os 28ºC e 29ºC, com todas as vantagens que você encontra na baixa temporada. 

A presença da Mata Atlântica na região oferece oportunidades de trekking e banhos de cachoeira, e esportes como surf, rafting, mountain bike, tirolesa e arvorismo também são incentivados. E se você ficar com vontade de conhecer mais do litoral baiano, é possível conjugar esse destino com a Península do Maraú, cuja natureza exuberante transmite a você a real sensação de estar em uma região praticamente intocada e exclusiva. 

Confira aqui os roteiros para Itacaré.

Praia da Pipa

Viajar em novembro para a Praia da Pipa, no Rio Grande do Norte, é encontrar a brecha ideal. A época de chuva e de ventos fortes vai de abril a setembro; a alta temporada, quando a praia fica tomada por turistas e os preços sobem vertiginosamente, é de dezembro a fevereiro. Novembro, portanto, é quando você encontra clima favorável e espaço para poder curtir o destino à sua maneira.

A Pipa é morada de tartarugas, golfinhos, e de uma natureza extremamente bem-preservada, que você pode conhecer através de atividades como trekking e snorkel. O Projeto TAMAR administra algumas áreas da região, sendo possível, inclusive, visitar praias desertas que recebem tartarugas marinhas no período de desova. Na Pipa, você não aprecia uma paisagem bonita sem também lembrar do trabalho de preservação que contribuiu para a sua existência.

Confira aqui os roteiros para a Praia da Pipa.

Ubatuba 

Novembro é o mês que já começa a preparar para o verão, e essa é a época mais badalada de Ubatuba. As temperaturas estão lá em cima e o mar costuma ser mais calmo, quente e límpido. Se você não tem tempo para ficar vários dias lá, talvez uma saída de 1 dia de final de semana seja o incentivo que você precisa para visitá-la. 

Ubatuba tem espaço para todos os tipos de pessoas. As ondas de suas praias já foram palco para campeonatos internacionais de surf, e seus diversos rios e baías favorecem a prática de caiaquismo. Por outro lado, para aqueles que preferem conhecer a região a pé, passeios como a Trilha das Praias Desertas e a Trilha das Sete Praias buscam valorizar as praias menos conhecidas e que são, muitas vezes, até mais bonitas do que as mais famosas.

Confira aqui os roteiros para Ubatuba.

Paraty

A primavera é a estação ideal para visitar Paraty: as temperaturas estão subindo, as chuvas ainda não chegaram, os preços ainda estão baixos e a cidade está mais vazia. Apesar de a cidade ser famosa por suas belíssimas praias, grande parte delas é acessível apenas por barcos ou trilhas. 

A travessia da Ponta da Joatinga, portanto, é ideal para quem quer conhecer todo esse lado escondido de Paraty. Começando pela Praia do Pouso da Cajaíba e terminando em Laranjeiras, você passa por diversas vilas tradicionais de cultura caiçara e praias desertas. Outra opção é fazer um caiaque oceânico de Paraty para Ubatuba, passando por outras regiões de pouco acesso.

Confira aqui os roteiros para Paraty.

Rota das Baleias - Floripa

A melhor época para fazer a Rota das Baleias, em Santa Catarina, é definida pelo ritmo dos próprios animais. De agosto a novembro, as baleias migram da Antártida ao Brasil em busca de águas mais quentes e calmas para se reproduzirem. Quando elas chegam em Santa Catarina, geralmente já é a época de elas amamentarem os seus filhotes, e viajar em novembro te permite observar esse fenômeno. 

O roteiro cruza toda a Área de Proteção Ambiental (APA) da Baleia Franca, e faz você pedalar pelas praias do Rosa, Garopaba e Guarda do Embaú, passando por estradas de terra, trilhas e praias de areia firme. Essa é também uma boa oportunidade de conhecer o esquema de proteção ambiental que faz tudo isso possível, como o Projeto Baleia Franca, o Museu da Baleia Franca e o Projeto Ambiental Gaia Village.

Confira aqui os roteiros para a Rota das Baleias - Floripa.

Agora que você já sabe para onde viajar em novembro, não perca tempo e agende o seu passeio! Para você não ter que se preocupar com a hospedagem e a programação das visitas, conte com os serviços da Pisa Trekking. Especialistas em ecoturismo, oferecemos várias opções de pacotes para o mundo inteiro. Escolha o ideal para você aqui, tire todas as suas dúvidas com nossos atendentes e aproveite!

Leia mais textos sobre esses destinos:

Conheça nossos roteiros!

Assine nossa newsletter e receba nossos roteiros e novos textos do blog

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 312 outros assinantes

Deixe uma resposta