Conheça a Patagônia: O que fazer em El Calafate?

Quando falamos em Patagônia, talvez o lugar que venha à mente de muitas pessoas sejam os lagos de Bariloche. Ou imagens de tochas de fogo abrindo caminho na neblina, como mostram imagens antigas da região. Por ser um lugar muito isolado, a Patagônia é um destino que mexe com o imaginário de todos. Entre El Chaltén (mais ao norte) e Ushuaia (ao sul) fica El Calafate, cidade que transborda de belas paisagens, e é anfitriã de uma joia da Patagônia, o Glaciar Perito Moreno.  Por isso, hoje, o Blog Vida ao Ar Livre te mostra o que fazer em El Calafate.

 

Onde fica?

El Calafate é uma região de glaciares na porção sul da Argentina, a 2.500km ao sudoeste de Buenos Aires. É tão distante, que a cidade faz praticamente divisa com o Chile, próxima à Torres del Paine. Por isso, a forma mais rápida de se chegar é por avião. Não há conexões diretas do Brasil, mas da Argentina, opções não faltam. Aliás, o nome dessa cidade vem da fruta de mesmo nome que é usada para produzir doces, licores e geleias.

 

O que fazer?
  • Yeti Ice Bar:

Falando em licor de calafate, que tal experimentar em num copo de gelo? É isso mesmo! No Yeti Ice Bar, os -10ºC do bar de gelo te obrigam a tomar algum drink para se esquentar. Lá, durante os 30min de visita, você ainda pode explorar as grutas e cavernas feitas de gelo, e até tirar fotos com o gigante Yeti, vindo direto do Himalaia. Agora, se você é daqueles que passa vergonha, para não acabar com a língua presa no gelo, as opções de refrigerante local também estão garantidas. 

Yeti Ice Bar - Patagônia

 

  • Balcones de Calafate:

Segura a ressaca porque nesse passeio você vai balançar bastante. Isso porque para poder ver toda a cidade de El Calafate de cima, será preciso subir 900m de 4×4. Mas qualquer trepidação a mais que você encontrar pelo caminho vale a pena, já que do mirante é possível ver todo o Lago Argentino. E nos dias mais limpos, o Cerro Chaltén e Cerro Torre estarão ao fundo imponentes. Mas apesar de toda essa beleza, talvez a formação geológica mais inexplicável seja “Los Sombreros”, pedras com formatos e cores dos chapéus mexicanos. E olha, que a gente te disse para não beber demais…

los sombreros - Patagônia

Créditos: flickr – ramonbaile

 

  • Cuevas de Walichu:

De volta para baixo, seguimos 10km de El Calafate para um sítio arqueológico à beira do Lago Argentino. Num complexo de cavernas, o show fica por conta das pinturas rupestres, e não é pouca coisa, não. Se hoje a Patagônia já dá trabalho para os mais bem equipados, imagina como devia ser para os patagons, povo antigo que vivia por aqui. Uma hipótese pode ser as ferramentas, armas e outros objetos que você pode encontrar no museu que fica perto das Cuevas.

 

  • Perito Moreno:

Agora, se você ainda não estiver acreditando na beleza do lugar, dá uma olhadinha no paredão azul do Perito Moreno. De frente, não dá para ter uma noção da dimensão do glaciar, que tem paredões de 60 metros de altura de puro gelo. Mas pegue qualquer foto aérea que você rapidinho vai se sentir uma formiguinha. Aliás, vale lembrar que esse imenso bloco, 2,5x maior que a cidade de Calafate, é só o mais famoso dos imensos glaciares que se originam do Campo de Gelo continental. Também, com uma formação que data de quase 20.000 anos, não tem nem como competir. Mas a boa notícia é que todo mundo pode aproveitar os trekkings de gelo.

perito moreno - Patagônia

As opções são para todos os ritmos. Uma mais leve, que você vai poder levar as crianças e vovôs, e outra mais intensa, que passa por partes ainda mais radicais! Independente da que escolher, você vai ver o barato que é prender os “crampons”, aquelas garrinhas de metal que vão debaixo da sua bota, para não escorregar. Sem contar também no trechinho de navegação pelo lago, que nos leva até o início do trekking, onde você vai estar frente a frente com os paredões.

E quando você pensou que estava finalmente livre do álcool, no trekking mais intenso, chamado de Big Ice, os guias locais sacam uma garrafa de uísque para tomar com pedrinhas de gelo tiradas na hora. É tanta emoção que você vai até imaginar a geleira desmoronando. E olha que a gente brinca, mas isso às vezes acontece mesmo! São inclusive eventos disputadíssimos, e o melhor, tudo parte do show da natureza. Saiba mais sobre o Perito Moreno nesse texto.

Perito Moreno - Patagônia

 

E tudo isso só em El Calafate. Imagina então o que as outras cidades patagônicas reservam para você. Aliás, falando em reservas, se você procura aventura na Argentina, mas quer todo o suporte e segurança possíveis, conheça aqui os roteiros da Pisa Trekking. Somos especialistas em Patagônia há mais de 20 anos e nossos atendentes estão à espera para ajudar a escolher o pacote que é a sua cara.

 

Leia outros textos sobre Patagônia:

Deixe uma resposta