Tudo sobre Galápagos: o arquipélago de ilhas no Equador

A cerca de 1.000km da costa equatoriana, no Oceano Pacífico, estão 13 ilhas, seis ilhas menores e dezenas de outras ilhotas importantíssimas para o entendimento da evolução das espécies. Isso porque, em 1835, um naturalista chamado Charles Darwin percebeu que entre duas ilhas de menos 20km de distância, as espécies de plantas, cágados e pássaros eram diferentes. O mundo então descobria um belo arquipélago, e hoje você também pode conhecer tudo sobre GalápagosE hoje você também pode, por isso, o Blog Vida ao Ar Livre, te explica tudo sobre Galápagos.

Com pouco mais de 8.000km² de área, esta é uma das regiões com fauna marinha mais diversa do mundo, abrigando algumas espécies que você não encontra em mais nenhum outro lugar, como os tentilhões de Darwin, as tartarugas gigantes, as iguanas terrestres e marinhas, os lagartos de lava e o pinguim-de-galápagos. Por isso, antes de tudo, desfrute com consciência: não toque nos animais e não jogue no lixo no chão, por exemplo.

Também vale dizer que não é possível garantir que você vá avistar todos os animais, uma vez que a posição e época de cada um varia, né?!

Ilha Santa Cruz

A porta de entrada de Galápagos é o aeroporto na Ilha Baltra, ilhota ao lado de Santa Cruz que se conecta a ela através de um ferry. Se tiver poucos dias para conhecer a região, a Ilha Santa Cruz é onde você deve se hospedar. Além de ser a que melhor tem infraestrutura (por ser a primeira em que os viajantes pisam), ela é a mais bem localizada, de modo que seja leste ou oeste, as ilhas estarão praticamente equidistantes dela.

Além disso, aqui, você já avista as primeiras tartarugas gigantes, explora túneis de lava para lembrar da formação vulcânica das ilhas, mergulha entre cânions onde água doce encontra com salgada de Las Grietas, conhece um pouco da história da região na Estação Científica Charles Darwin e relaxa nas areias brancas e água azul-turquesa de Tortuga Bay

Tortuga Bay

E se toda essa mordomia for pouca, você ainda pode escolher se hospedar no Finch Bay Eco Hotel, que fica em um lado tranquilo e silencioso da ilha e oferece piscina, jacuzzi e snorkel para você relaxar no fim do dia. Isso, é claro, depois de conhecer os atrativos de Santa Cruz e das ilhas vizinhas. Conheça aqui o roteiro neste hotel de luxo.

Outras ilhas próximas para explorar: Ilha Seymour Norte (fragatas, piqueros de patas azuis e lobos marinhos) e Ilha Plazas Sul (largatixa de cola amarela, tapete de algas vermelhas e snorkelling com tubarões de arrecife de ponta branca e tartarugas marinhas).

Las Grietas

Ilha Isabela

A Ilha Isabela é a maior do arquipélago, com 4.640km², ou seja, o tamanho de três cidades de São Paulo inteiras só de natureza. E quando dizemos “natureza”, não é apenas plantas e animais, já que só nesta ilha habitam seis vulcões ativos. 

Dentre eles, o Vulcão Sierra Negra tem a segunda maior cratera do mundo, com cerca de 10km de diâmetro. Ela só perde para a de Ngorongoro, na Tanzânia. Quer dizer, isso se considerarmos vulcões ativos e inativos; se pegássemos apenas os ativos, Galápagos seria nossa vencedora. E você pode avistá-lo de perto num trekking até a cratera que, você verá, tem um clima bem diferente da costa.

Vulcão Sierra Negra (Flickr: Michael R. Perry)

Perto do hotel, você também poderá explorar a Concha de Perla, um ponto de mergulho junto a ouriços, corais e peixes coloridos. E a 30 min a pé, a Laguna de los Flamingos oferece um ponto de observação de flamingos se alimentando em seu habitat natural.

Outras ilhas próximas para explorar: Ilhota Tintoneras (tubarões de ponta branca, pinguins, leões marinhos e um dos poucos locais de reprodução das iguanas marinhas).

Ilha San Cristóbal

Depois de uma passada no Centro de Interpretação, para conhecer o trabalho feito na ilha, o Muelle Tijeretas e o Mirador Cerro Tijeretas são dois ótimos pontos para, respectivamente, fazer snorkelling com lobos marinhos e avistar uma série de aves e seus ninhos nas encostas – especialmente a fragata, cujo nome em espanhol é “tijereta”.

Mas falando em lobos marinhos, um dos melhores lugares em Galápagos para avistá-los é em La Loberia, com grandes colônias tomando sol ou mergulhando nas águas geladas do Pacífico. Uma outra ótima pedida para explorar as águas de snorkel.

Confira aqui o roteiro que passa pelas três principais ilhas de Galápagos.

Cruzeiros em Galápagos

Uma última opção para explorar Galápagos é pernoitar a bordo de um cruzeiro. São duas opções: o Iate Santa Cruz II, que varre as ilhas do oeste do arquipélago, e o Iate Isabela II, com as do sul. Em ambas, além dos atrativos naturais, você contará com uma infraestrutura de deck, bar, jacuzzi, plataforma para observação, sala de jantar, sala de leitura e biblioteca. E o melhor: tudo com ar condicionado central. 

A bordo do Santa Cruz II, você conhece pedaços do mais difícil acesso das Ilhas Isabela e Santa Cruz, como Cerro Dragón (Santa Cruz), lagoa salgada com patos e flamingos, ou Punta Vicento Roca (Isabela), ponto onde cormoranes botam seus ovos. Isso, é claro, além de novas paradas, como a Ilha Ferdinanda, com a maior população de iguanas marinhas da região, que dividem espaço com caranguejos zayapas e gavião de Galápagos, e a Ilha Floreana, com uma praia de cor esverdeada que guarda lagoa salgada com quero-queros reais e garças.

Veja aqui o roteiro a bordo do Santa Cruz II.

Já a bordo do Isabela II, também passamos pela Ilha Floreana e pela parte oriental da Ilha San Cristóbal (que não costuma ser visitada), mas conhecemos também a Ilha Espanhola, com seus albatrozes de Galápagos, piqueros de pata azul, gaivotas de cauda bifurcada e pinzones (famosas aves de Darwin).

Veja aqui o roteiro a bordo do Isabela II.

Agora que você conhece bem este santuário, só falta comprar as passagens. Confira aqui os roteiros da Pisa Trekking, agência especializada em viagens de ecoturismo no Brasil e no mundo. São várias opções de pacote apenas para Galápagos ou conjugando com o resto do Equador. Calma, você não sabe o que o país tem mais para oferecer? Então leia esse texto para conhecer todos os demais atrativos equatorianos. Depois, é só varrer nossos pacotes, tirar qualquer dúvida com nossos atendentes e curtir a viagem!

 

Leia outros textos da América:

Conheça nossos roteiros!

Assine nossa newsletter e receba nossos roteiros e novos textos do blog

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 285 outros assinantes

Deixe uma resposta